Posted by : Dento Jul 21, 2016



O sinal de recuperação do Centro Pokémon da Cidade de Ecruteak anunciava que Sandshrew e Wobbuffet estavam em perfeitas condições de saúde.

— Seus Pokémon estão ótimos, Ethan. — Sorriu Joy.
— Obrigado, Enfermeira. — Agradeceu Ethan.
— O que vamos fazer agora? — Perguntou Amy.
— Vamos seguindo. Acho que é legal a gente chegar logo em Olivine pra curtir a praia.... — Disse Ethan.
— Por mim, tudo bem. Mas vamos passar no PokéMart pra abastecer nossos estoques de itens primeiro. Eles estão quase acabando.
— Tá de boa. Deixem só eu enviar Wobbuffet de volta pro laboratório. Ele foi bem útil nessa batalha, mas eu preciso deixar espaços vagos na equipe, né? — Comentou Ethan.

Amy e Forrest sorriram.

— Tá começando a ficar esperto. — Disse Amy.
— Vamos nessa então. — Emendou Forrest.

Ethan havia acabado de ganhar sua quarta insígnia da Liga Pokémon e se preparava para seguir viagem com Amy e Forrest. No Centro Pokémon, os garotos nem perceberam o barulho das hélices do helicóptero da Equipe Rocket, que chegava naquele instante na cidade.

Giovanni parecia tenso. Suas mãos estavam entrelaçadas, com seus polegares girando em torno dos próprios eixos.

Archer hesitou antes de quebrar o silêncio.

— Chefe, chegamos.
— Como estamos? — Perguntou Giovanni encarando-o.
— Esperando o seu comando. — Respondeu.
— Ótimo. Vamos direto ao plano. — Disse de forma seca.

Agentes confirmaram com a cabeça.

— Lembrem-se de não deixar ninguém nos atrapalhar. Caso alguém tente, não hesitem em matar. — Avisou Giovanni.
— Certo!

Os moradores de Ecruteak assustaram-se com o enorme helicóptero preto pousando no meio da praça da cidade. Capangas da Equipe Rocket chegavam em vans e corriam para a Torre do Sino. Outros agentes aterrorizavam os cidadãos fazendo-os correr para longe da Torre.

Do helicóptero, desceram Giovanni, Silver, Ariana, Proton, Archer e Petrel.

— Então... Finalmente a primeira etapa do maior plano da Equipe Rocket está sendo executada... — Disse Giovanni.
— Sim. Com sorte, obteremos a lendária Asa do Arco-Íris... — Disse Ariana.
— Pare de pensar pequeno, Ariana... Se encontrarmos Ho-Oh lá em cima, poderemos captura-lo e vende-lo por um preço bem alto no Mercado Negro. — Sorriu Archer.
— Faturaremos infinitamente. — Sorriu Proton.
— Agradeçam pelo fato de encontrarmos apenas a Asa do Arco-Íris. Já será um grande avanço na pesquisa. — Disse Silver.
— Silêncio. Não importa o que adquirirmos, o futuro da Equipe Rocket está em bastante evidência. O mundo será nosso! — Bradou Giovanni.

Silver, Archer, Proton e Petrel seguiram para a entrada da Torre. Ariana puxou Giovanni impedindo-o de acompanhar os outros.

— E se ela interferir? — Perguntou sério.

Giovanni a encarou severo.

— Não faça nada. Sabemos que o Destino brinca conosco desde o passado, Ariana. Você sabe muito bem disso. Se ela fizer algo, deixe fazer. Não toque nela até o plano estar completamente concluído.

O poderoso chefão da Equipe Rocket sentiu mais pressão das mãos de Ariana.

— Entendeu?
— Sim, mas...
— Isto é uma ordem. Também vai desafiar uma ordem minha? — Perguntou sério.

Ariana tremeu.

— Ótimo. Não cometa os mesmos erros, Ariana. A juventude não está mais de mãos dadas com você.

O líder dirigiu-se à entrada da Torre. Ariana respirou por um momento e o seguiu.

***

As portas do Centro Pokémon se abriram. Ethan, Amy e Forrest terminavam de organizar as coisas para sair do local quando deram de cara com Lyra.

— Lyra! O que faz aqui?! — Perguntou Ethan surpreso.
— Tentando ganhar minha quinta insígnia. — Respondeu a garota indiferente.
— Caramba, incrível! Cinco insígnias?! — Questionou o rapaz impressionado.
— É. A última foi na Cidade de Olivine. — Lyra dirigiu-se até o balcão, ignorando aquele trio.

Forrest aproximou-se da garota com a intenção de beijá-la. Lyra virou o rosto.

O moreno ficou sem graça e afastou-se.

As portas do hospital abriu-se novamente. Red aproximava-se com Pikachu em um dos ombros chamando a atenção de todos. Amy fez uma cara de quem não gostou da surpresa.

— Olá a todos. — Cumprimentou.
— Red? Você também está por aqui? — Questionou Ethan surpreso.
— O que você quer, Red? Veio encher outra vez? — Perguntou Amy de forma agressiva
— Boa tarde para a senhorita também. Nem vim encher. Fiquei sabendo que a Equipe Rocket está aprontando em Ecruteak e vim investigar. — Falou o garoto.
— Equipe Rocket? — Perguntou Lyra.
— Sim. Uma organização criminosa que rouba Pokémon para vendê-los no mercado negro por um preço muito alto. — Explicou Red.
— É... Eu ouvi falar deles na minha viagem... Eles são tão maus assim? — Perguntou Lyra.
— É a maior facção existente atualmente. Eles roubam Pokémon e não hesitam em matar para conseguir seu objetivo. — Disse Red.

Lyra arrepiou-se.

— Você disse que a Equipe Rocket está em Ecruteak? — Perguntou Forrest interessado.
— Ah, sim. Eu tive uma impressão sobre isso e obtive a informação posteriormente. Então, estou indo checar. Você não sabe de nada, não é, Amy? — Perguntou Red sério.
— Não te interessa. O que eu fiz ou deixei de fazer não interessa a ninguém. — Disse a garota, ríspida.
— Certo, certo, não vamos brigar. Vamos para Ecruteak. Se a Equipe Rocket estiver mesmo lá, podemos ajudar você, Red. — Disse Forrest.
— Não tem problema eu ir com vocês, tem? — Perguntou Lyra.

Red encarou Amy.

— Não. Na verdade, quanto mais pessoas forem, melhor.

***

Red guiou o grupo para a Torre do Sino onde a Equipe Rocket ocupava o topo. A polícia já cercava o local e tentava fazer os curiosos não se aproximarem da entrada da torre. Oficial Jenny, com um alto-falante, tentava fazer com que a Equipe Rocket se rendesse.

— Vocês estão cercados! Não têm para onde ir! Se retirem da torre agora, Equipe Rocket! — Gritava ela.

Giovanni, de uma das janelas da Torre, visualizava a cena do alto.

— Eles acham mesmo que podem com a gente? — Perguntou Proton.
— Heheh, são muito idiotas mesmo... — Petrel deu uma risadinha.

Um dos capangas correu até Giovanni.

— Ei, chefe! Achamos a Asa do Arco-Íris! — Exclamou.

Giovanni o encarou sério.

— Onde?
— Está logo ali!
— E quanto à Ho-Oh? Algum sinal?
— Não. Não há nenhum sinal dele.
— Certo. Proton, Petrel, vocês já sabem o que fazer. — Giovanni apontou para o fundo do grande salão de madeira onde estavam duas pessoas. — Ariana, Archer, façam. Agora.

Petrel e Proton sacaram duas PokéBolas.

— Eu adoro meu trabalho. Weezing, Smokescreen! — Disse Proton com um sorrisinho lançando a PokéBola pela janela.
— Golbat, Confusion Ray, vai! — Foi a vez de Petrel liberar um Pokémon.

Um Pokémon roxo com duas cabeças que soltava fumaça tóxica por buracos em seu corpo começou a cair da Torre.  Uma espécie de Pokémon Morcego, com uma mandíbula enorme e uma língua gosmenta que pendia para o lado de fora de sua boca voava na frente de Weezing soltando um raio quase imperceptível a olho nu na multidão ao pé da Torre.

Jenny sentiu uma forte enxaqueca repentina. O Confusion Ray, misturado com o tóxico Smokescreen, a fez ficar tonta e, segundos depois, desmaiar. A mesma coisa aconteceu com o público que fazia prontidão.

Enquanto Weezing e Golbat atacavam a cidade, o grupo liderado por Red chegava à torre. Ao olharem para cima, viram os agentes Rockets monitorando tudo das janelas e correram para a entrada do local.



— “Golbat, um Pokémon Morcego. É a forma evoluída de Zubat. Por mais difícil de furar que a pele da sua vítima seja, ele consegue perfurar com seus dentes afiados e suga todo o sangue. Se ele tem muito sangue em seu estômago, ele acaba voando pesado e voa desajeitadamente”.



— “Weezing, um Pokémon Gás Venenoso. É a forma evoluída de Koffing. Se um dos Koffing gêmeos infla, o outro esvazia. Ele constantemente mistura seus gases venenosos no interior de seu corpo diluindo-os em níveis extremos”. — Informou a PokéAgenda de Ethan.
— Com aqueles dois atacando. vai ser difícil invadir a Torre... — Disse Red analisando.

Amy olhou para o helicóptero pousado nas proximidades. Ela sabia que apenas um membro Rocket usava helicópteros para se locomover. E ele estava dentro da Torre.

A garota saiu correndo sacando uma PokéBola da bolsa.

— Amy, não vá! — Gritou Ethan.
— Vai, Gyarados! Hyper Beam! — Disse a garota sacando a PokéBola.

Gyarados soltou um poderoso raio da boca atingindo Golbat e Weezing nocauteando-os. O raio atingiu uma das paredes da torre, demolindo-a e fazendo-a tremer.

— “Dizem que durante as guerras passadas, Gyarados apareceria e deixava ruínas e chamas em seu rastro. Uma vez que ele aparece, ele age com violência. Permanece enfurecido até destruir tudo à sua volta.” — Informou a PokéAgenda de Ethan.
— Que poder impressionante! — Exclamou Forrest.

Ethan saiu correndo atrás de Amy. Lyra o seguiu.

— Ethan! — Exclamou Forrest.
— Eu não posso deixá-la enfrentar a Equipe Rocket sozinha! Eu tenho que ajudá-la! — Disse o garoto.

Visualizando toda aquela cena no topo da torre, Petrel, sorrindo, deu a noticia.

— Ela chegou.

Giovanni o encarou e deu um sorriso de canto. Um sorriso sínico, sem emoções.

— Peguem-na.

Ariana e Silver se retiraram dali.


Com Gyarados em sua cola, Amy percorria as escadas com um ódio que queimava suas veias. Ela sabia que seria vingada por todo o sofrimento que sentira na Equipe Rocket nos anos em que trabalhou forçadamente na organização.

Seus passos foram interrompidos por Archer e Ariana, que a esperavam em um dos lances finais de escada que davam para o topo da torre.

— Ora, ora, ora... Há quanto tempo...? — Cumprimentou-a Archer.
— Vocês... O que querem aqui? — Perguntou a garota em fúria.
— O de sempre. Mas acho que você já sabe da história toda e tal. Então apenas volte para a Equipe Rocket. Você sabe coisas demais e não seria muito legal alguém com suas informações ficar solto por aí. — Disse Archer enquanto examinava as próprias unhas.
— Cadê o Giovanni? — Questionou a garota.
— Seguro. Você não vai conseguir chegar até ele sem antes passar por nós. — Respondeu Ariana olhando fixamente para os olhos azuis da garota.
— Amy! — Chamou a voz de Ethan.

O garoto, seguido de Lyra, alcançava o patamar de escadas onde a conversa se desenrolava.

— Ethan! O que faz aqui? Por que me seguiu? — Amy ficava cada vez mais irritada.
— Sinto muito, mas não acho que você seja capaz de chutar o traseiro desses idiotas aí sozinha. Viemos auxiliar.
— Vocês não podem enfrenta-los! Saiam já daqui! — Aquelas palavras saíram em um berro só.
— Eu não vou embora sem você, Amy. Flaaffy, vai! — Ethan jogou uma PokéBola.
— Vai, Elekid! — Lyra também arremessou uma PokéBola.
— Tch. Eu não tenho tempo para brincadeiras. — Disse Amy voltando seus olhos para cima.

A garota retornou Gyarados e pulou para frente. Archer e Ariana não conseguiram pegá-la.

— Vocês vão se arrepender por nos atrapalhar... Arbok! — Ariana arremessou uma PokéBola, sendo seguida por Archer.

***

Amy avançava cada vez mais rápido para os andares superiores. Era Giovanni que a aguardava no topo da Torre.

Fazia muito tempo que eles não se encaravam. Os olhos azuis da menina por um momento cruzaram com os olhos acinzentados e cansados do grande líder da Equipe Rocket. O homem que fora um grande pesadelo para ela.

— Depois de tanto tempo... Estamos nós aqui. — Disse Giovanni, seco. Ele aparentava estar mais nervoso do que ela. — Você sabe o motivo de eu estar aqui.
— Sim, eu sei. E não estou afim de te devolver. — Respondeu a menina, liberando Gyarados da PokéBola.
— Tem certeza? — Ele deu um sorriso sínico. — Você não tem força o suficiente para me enfrentar. Você me lembra de seus pais... Aqueles vermes insolentes que não tiveram coragem de enfrentar seu destino. Eles eram fracos. E olha só que engraçado, tiveram uma filha fraca também. Medíocre. — Giovanni cuspiu no chão. — Patético.

Lágrimas começaram a correr pelo rosto de Amy. Ela fechou o punho com tanta força que suas unhas cortaram a pele de sua mão. Ela explodiu.

— QUEM É VOCÊ PARA FALAR DOS MEUS PAIS?! VOCÊ NÃO TEM ESSE DIREITO! — Berrou.
— Eu sou o homem mais poderoso do mundo. — Giovanni aproximou-se sorrateiramente da garota. — Modere bem seu tom de voz para falar comigo.

O homem esbofeteou o rosto da garota.

Amy caiu de joelhos na frente de Giovanni, que começou a andar em direção a um outro helicóptero que estava parado no topo da Torre do Sino. Ao fechar a porta, Giovanni pode ouvir Amy dando um berro tão agudo que arranhou a garganta da menina.

O helicóptero decolou. Amy levantou-se e o observou com uma fúria assustadora nos olhos.

DRAGON RUSH! — Berrou para Gyarados.

O Pokémon Dragão soltou um raio púrpuro da boca que atingiu o helicóptero onde Giovanni estava, explodindo-o completamente.

A explosão foi tão forte que a torre toda tremeu. Lyra e Ethan já estavam semi-nocauteados no chão, junto a Flaaffy e Elekid, que já estavam desmaiados. Ariana e Archer venceram rapidamente a batalha e torturavam os garotos. A torre começou a desmoronar e Ariana, com ajuda de Archer, corria para se salvar, deixando Ethan e Lyra no chão, sem forças para se proteger dos escombros que caiam sobre eles.

As chamas do lado de fora eram fortes. Ardiam como nunca. A Torre do Sino sofria do mesmo castigo de sua irmã, séculos atrás. O helicóptero veio ao chão e capangas da Equipe Rocket tentavam apagar o fogo que o consumia de forma voraz. Havia um risco muito grande de haver uma nova explosão devido o tanque de combustível da aeronave estar cheio.

Ariana e Archer chegaram do lado de fora da Torre. Membros da Equipe Rocket berravam e tinham uma expressão de pavor no rosto. Ariana dirigiu-se à Petrel que estava metros de distância do helicóptero, imóvel como uma estátua vendo os destroços do helicóptero.

— Ele estava lá... — Disse apenas.

Ariana começou a chorar. Olhou para cima e viu o semblante de Amy olhando para o estrago que havia causado.

— RETIRADA! — Berrou Silver, com seus olhos inchados e vermelhos.

Os membros da Equipe Rocket não queriam sair de perto do helicóptero onde Giovanni jazia morto.

— EU MANDEI RETIRAREM-SE! AGORA! — O ruivo berrou de novo.

Os Rocket entraram na van preta e os executivos no helicóptero que estava na praça da cidade, partindo em seguida.

O helicóptero em chamas explodiu, fazendo a Torre do Sino, aos poucos, vir ao chão. Giovanni, o grande líder da Equipe Rocket havia sido assassinado. Amy estava vingada.

Ethan e Lyra, quase inconscientes, engasgavam-se com a fumaça preta do incêndio da Torre. Amy permanecia no topo da mesma enquanto Forrest encontrava-se perdido no meio da confusão, não estando ciente de que seus amigos encontravam-se em perigo. Red havia desaparecido.

— Rhyhorn, agora! — O moreno pegou uma PokéBola e Rhyhorn foi liberado. — Me ajude a procurar Amy, Lyra e Ethan dentro da Torre, está bem? — Perguntou ao Pokémon que confirmou com a cabeça.

Forrest montou em Rhyhorn e cavalgou até a entrada do prédio em chamas. Red estava nos céus, montado em Charizard, rumando para o topo da Torre. Não demorou muito para que o garoto avistasse Amy, que pareceu se assustar com a aproximação.

— O que você quer? Tá afim de morrer também? — Perguntou Amy agressiva.
— O prédio está em chamas!  Você é louca de ficar aqui em cima!
— Red, eu não ligo para o que você pensa.
— Nem para seus amigos? — Perguntou de forma séria.

A expressão de Amy mudou.

— Ethan e Forrest! Como eles estão? Onde estão?
— Ethan está dentro da torre, junto com Lyra. Forrest entrou nela para procurar vocês. — Disse Red.
— Como é?! — Exclamou a garota retornando Gyarados e voltando para a torre em chamas.
— Amy, o que vai fazer? Você pirou?! — Exclamou Red correndo para segurar o braço da garota.
— Me solta! Ethan e Forrest são importantes pra mim! Eles foram as únicas pessoas a se importarem comigo, sendo que ninguém havia feito isso antes! Eu não posso deixa-los morrer lá dentro por minha causa! — Gritou a garota se libertando e deixando Red extasiado.

***

No helicóptero, os administradores da Equipe Rocket rumavam para um local desconhecido da Região de Johto. Havia um silêncio mórbido dentro do veículo.

— Como prosseguiremos agora que nosso líder morreu? — Perguntou Ariana depois de muito tempo, de uma forma quase inaudível.
— Você bem sabe que meu pai queria que prosseguíssemos com o plano, não importa o que acontecesse. — Respondeu Silver de forma fria.
— Não me refiro a isso. Falo sobre a liderança da Equipe Rocket... Quem vai administrar o grupo agora? — Tornou a questionar a ruiva.

Archer, que outrora estava calado, resolveu falar.

— Bem, acho que digo por todos quando falo que o posto de Líder da Equipe Rocket é hereditário... E o mais velho é quem deve assumir o posto.

Silver olhou indignado.

— Discordo! Se for assim, a Equipe Rocket não deveria ter líder! O “filho perdido” não está aqui! — Exclamou.
— Silver, todos aqui sabemos que você não quer assumir que você é fraco se comparado ao verdadeiro sucessor. — Disse Petrel encarando o ruivo com um sorriso sínico.
— Como é?! — Vociferou o ruivo.
— Ele está certo. — Disse Ariana.

Silver a encarou com um olhar furioso.

— Como você pode dizer isso? Só por que você teve a burrice de engravidar e não soube como educar a criança? Como pode me comparar a ela, mãe? — Questionou Silver deixando aquelas palavras pesarem naquele ambiente.

Houvera uma hesitação dos membros.

— Há quanto tempo que eu não te escuto me chamando de “mãe”, Silver? — Perguntou a mulher.

Silver demorou para responder. No fim, não conseguiu encontrar palavras.

— Se quiser tornar-se Líder da Equipe Rocket, faça por merecer. — Ariana desferiu um tapa no rosto do rapaz, fazendo-o fechar a cara.

***

Na torre em chamas, Forrest tentava reanimar Ethan e Lyra enquanto inalava grandes quantidades de fumaça tóxica.

— Mas que droga... — e tossia. — Eu não vou conseguir... — e tossia novamente. — Rhyhorn, Stomp na parede, vai!

O Rhyhorn de Forrest demoliu uma das paredes já enfraquecidas pelo fogo com um pontapé violento.

O ar limpo do lado de fora ajudou a vazar a fumaça no local. Amy apareceu com Red no patamar de escadas perto de onde Forrest tentava carregar Lyra.

— Amy, você tá bem? Não está ferida? — Perguntou o garoto à amiga.
— Tô bem, Forrest. Como está o Ethan? Ele tá machucado? — Perguntou em tom de preocupação.
— Eu não sei... Temos que leva-lo para o Centro Pokémon. Me ajude a coloca-lo no Rhyhorn junto com a Lyra, por favor! — Pediu o garoto.
— Deixe-me te ajudar também! — Disse Red correndo para ajudar a colocar Ethan e Lyra, desmaiados, nas costas de Rhyhorn.

***

Quase três semanas se passaram desde a morte de Giovanni e o incêndio na Torre do Sino. Ethan e Lyra ficaram sendo tratados no Centro Pokémon até saírem da unidade de tratamento intensivo, já que inalaram muita fumaça tóxica.

No último dia no hospital, Amy, com alguns curativos pelo rosto e corpo, via o entardecer. Red aproximou-se.

— Podemos conversar? — Perguntou o garoto.

Amy o encarou desconfiada.

— Não vai aprontar nada?
— Eu venho em paz. — Disse ele.
— E o que você quer?
— Pedir desculpas.

Amy o encarou incrédula.

— Pelo quê?
— Por ter tido uma impressão errada sobre você.

Amy ficou vermelha.

— N... Não precisa se preocupar...
— Você matou Giovanni. Se realmente fosse uma agente da Equipe Rocket, não faria tal ato. — Disse Red.

Amy pareceu incomodada.

— Sou uma assassina... — O peso das palavras que saíram da boca da garota pareceu enorme.
— Uma assassina procurada pela maior máfia do mundo. Eu não queria estar na sua pele. — Disse Red sorrindo.

Amy acabou sorrindo.

— Você é um idiota.
— Amigos? — Perguntou Red abrindo os braços.
— Colegas. — Respondeu a garota indiferente.

Ethan abriu os olhos. Estava escutando cochichos da varanda. Ao olhar para o lugar, viu Amy abraçada com Red. Um frio na barriga e um sentimento de desespero surgiram em seu corpo.

— Com licença? — Chamou o garoto.

Red e Amy se soltaram. Amy ficou meio embaraçada.

— Olá, Ethan. Como se sente? — Perguntou Red.
— Psicologicamente abalado. — Respondeu ríspido.
— Está sentindo dores?
— No coração. E um pouco na cabeça também.
—Certo. Vou deixar vocês a sós. Bom saber que você está bem. Eu fiquei preocupado... Enfim, com licença. — Falou o rapaz pegando o boné que estava em cima de uma das camas desocupadas e se retirando do quarto.

Amy fez menção de sair também.

— Aonde você vai? Atrás dele? Só porque ele é top, bonitão e tem um chapéu de marca? — Questionou Ethan zangado.

Amy o encarou séria.

— Eu entrei em uma torre em chamas pra te tirar de um incêndio e é assim que você me agradece?

Ethan ficou rubro.

— É que... Eu... Eh... — Gaguejou.
— Você está com ciúmes de mim? — Perguntou a garota intrigada.

Ethan esbugalhou os olhos. Seu estômago deu um salto mortal dentro de sua barriga. As palavras fugiram da boca.

Amy ficou vermelha, mas conseguiu disfarçar.

— Imaginei. — Sorriu ela.

A porta fora aberta. Forrest e Lyra entraram no quarto. Ao ver Ethan e Amy sozinhos e o garoto fazendo uma careta estranha, Forrest ficou com uma expressão de dúvida.

— Atrapalho alguma coisa? — Perguntou.
— Não. Estava vendo se o Ethan estava bem. E está muito bem. Até melhor do que era. — Sorriu Amy.

Lyra olhou para o garoto.

— Não morra, Ethan. Você será meu oponente na Liga Pokémon, até lá, mantenha-se vivo.

Red e Amy conseguiram deixar suas desavenças de lado e tornaram-se aliados. A Equipe Rocket, mesmo sem Giovanni, ainda prossegue em seu audacioso plano de dominação mundial. A jornada ainda continuará e novos caminhos se revelarão em sua caminhada.




TO BE CONTINUED...






{ 19 comentários... read them below or Comment }

  1. Yo, Dento!
    Cá estou eu, mais uma vez para comentar essa fanfiction perfeita...
    AH, CARA, ESSE FOI O MELHOR CAPÍTULO DA FANFICTION ATÉ AGORA, NÃO TEM COMO NÃO ACHAR!
    A treta contra a Equipe Rocket foi completamente perfeita, e a Amy ter matado o Giovanni me surpreendeu muito, tanto que tô escrevendo tão surpreso que nem tá saindo coisa com coisa!
    Mas, eu acho que o Giovanni ainda não morreu e vai causar muitas tretas, ainda...
    E... QUÊ? O SILVER É FILHO DA ARIANA E DO GIOVANNI? COMO ASSIM, NÃO ENTENDI?!
    O final foi o melhor, com o Ethan ficando com ciúme da Amy e do Red... Ah, eu sei que ainda tá no capítulo 28, mas quando eles começam a namorar? ;-;
    See ya, man!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, Victor!

      Que bom que você curtiu! Fico até mais aliviado... Eu tava MUITO apreensivo pra postar esse capítulo, porque foi a primeira vez na vida que um personagem morreu numa história minha... Eu não sabia direito qual seria a reação de vocês, leitores, então fico muito feliz que ela tenha sido, em suas proporções, satisfatória!

      Essa morte do Giovanni vai dar muito o que falar ainda... É agora que a segunda [e a terceira] temporada começa!

      PLOT TWIST! POR ESSA, NINGUÉM ESPERAVA! Mas calma, meu amigo, essa história vai ser explicada, tim tim por tim tim, é só termos paciência. Até eu estou querendo saber os detalhes por trás disso...

      Bem, eu não sei. Ainda que eu shippe muito Ethan e Amy, eu deixo a história seguir. São eles mesmos que vão dizer pra mim quando estarão prontos para assumir (e se forem assumir) um compromisso... Se eles fazem cara feia sendo amigos, imagina a porrada que ia ter se eles namorassem. XD

      Espero que você continue se surpreendendo com a história! Vamos juntos porque ainda teremos muita treta pela frente...

      See ya, man!!

      Delete
  2. Silver filho de Giovanni e Ariana,isso faz muito sentido ,por causa dos cabelos ruivos de Silver é a alta posição de Ariana

    Forrest beijando o ar enquanto tentava ,sem querer,beijar a irmã do melhor amigo

    Amy x Ethan,eu confiaria nesse shipping,porem ,eu acho que Johto usara o poder do PLOT-TWIST,então

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, Donnel!

      A genética entregou, né? kkkk Eu tô roendo as unhas aqui pra imaginar como tudo isso começou...

      Beijar o ar, quem nunca? Forrest me representa. XD

      Ok, mas agora beijar a irmã do melhor amigo (oloko, agora ele é cunhado do Ethan e nem sabe) é algo que eu, ainda bem, nunca fiz. Deve ser mó treta. XD

      Todo mundo confia em Amy x Ethan... Só resta saber se eles realmente dão certo, né? Afinal, o PLOT TWIST tá aí pra ajudar E atrapalhar, dependendo do ponto de vista...

      Espero que continue curtindo!

      See ya!! =D

      Delete
  3. Que poxa gente, se Ethan ficou com ciúmes de algo assim, imagina se ele os visse beijando ou fazendo algo mais...

    Que seja, Ariana ser mãe de Silver é surpreendente, algo que eu não imaginaria. É realmente coisa de louco, eu não acho que Giovanni tem cara de pegador, mas ele é um chefe de máfia e bem... Se eu pensar direito, até faz sentido o cara ser exaltado. (Cara, falei de pegador e me lembrei de um vídeo, acho que da série AnimaBits onde mostra o red pedindo pra Shenglong: Quero pegar todos os pokémons! E no final mostra Red beijando um monte de pokémon... Tenso.)

    Sendo assim, a jornada continua, com Red e Amy se aproximando, um clima doido de Forrest e Lyra e o próximo destino já revelado.

    É só e té mais!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, Sir!

      Parece que o Ethan se incomoda com muito pouco, não é mesmo? kkk

      Acho que foi uma das maiores revelações até aqui. Resta saber como foi que isso tudo começou... Essa questão do Giovanni só poderemos resolver se estudarmos o passado dele, e isso é algo que eu vou adorar compartilhar com vocês. =]

      (Esse video foi a coisa mais traumatizante que eu já vi. AEHUAEHUEAHAEUHAE)

      Que a viagem continue da forma mais rápida possível!!

      See ya!

      Delete
  4. Matar o Giovanni é o desejo de meio mundo no mangá e no anime. Interessante ideia.

    Mas poxa, precisava destruir a torre? As Kimono Girls vão querer o seu fígado. Rsrs.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, Erick!

      Parece que acabamos de tornar realidade o grande sonho de todo o mundo, né? XD Mas acho que essa morte vai dar muito o que falar... Afinal, as consequências da morte do líder de uma máfia poderosa são maiores do que podemos imaginar.

      As Kimono Girls que me perdoem, mas sacrifícios são necessários. Qualquer coisa, a gente paga hora extra pros pedreiros arrumarem. XD

      See ya!

      Delete
  5. OLÁ!!!

    EU AINDA NÃO ACREDITO!!!!!!

    Amy virou Emily Thorne/Amanda Clarke e conseguiu finalmente a sua vingança! Mas será que ela aguentará com o farto da morte de uma pessoa? Teremos mais desta Amy assassina?

    Gostei muito do regresso de Red e Lyra, mas não acho correto deixarem o Forrest sempre para trás. Ele não é o meu preferido mas se é considerado um protagonista acho que necessita de mais destaque, não só de aparecer quando os outros estão em apuros e precisam da sua ajuda.

    Sobre os otp, eu acho que prefiro ver a Amy com o Red do que com o Ethan, o Red parece ter mais maturidade e não devemos destruir a linda amizade que a nossa princesa tem com Ethan, não é verdade?

    OK O SILVER É FILHO DO GIOVANNI E DA ARIANA???? MAS O GIOVANNI TEM MAIS UM HERDEIRO??? UMA HERDEIRA??? UMA????? AMY????

    MAIS UMA COISA
    Não seria super hiper mega foda se o Giovanni se armasse em Alison DiLaurentis ou até no Jon Snow e regressasse dos mortos para se vingar de todos? Até dos Rockets que o abandonaram!

    Dento este episodio é um dos melhores até agora! Muitos parabéns e bom traba!ho!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo!!!

      Parece que as coisas REALMENTE começaram a ficar sérias! A segunda temporada começou pegando fogo e acho que consegui surpreender você! Hahaha XD

      São perguntas muito interessantes essas que você fez. Afinal, o fardo de você matar uma pessoa deve ser enorme... Mas talvez o fato de ela ter se vingado se sobreponha a algum remorso... Espero sim que essa Amy de sangue frio volte a dar as caras.

      Realmente, né? O Forrest é um personagem que parece estar sempre na sombra dos companheiros... De coração, eu espero que ele torne-se mais forte para poder acompanhar os outros. Cabe a ele mesmo decidir o melhor caminho para conseguir seus objetivos e cabe a ele próprio acordar e ver aonde ele está indo.

      Você tem o mesmo ponto de vista que eu, meu caro amigo. Creio que Amy e Red seria um casal melhor, além de mais forte. Talvez até mesmo o próprio Ethan tenha percebido isso, explicando o porquê de ele ter tanto receio de ver os dois juntos. Será que sabe que ele não é páreo para competir com Red (em uma batalha Pokémon ou não)? É um bom questionamento.

      Essa é uma pergunta que eu tenho a resposta. Vamos ter que descobrir juntos, mas... Se os pais da Amy foram assassinados, não teria porque ela ser herdeira de Giovanni.

      Ou talvez tudo isso seja apenas uma distração e o roteirista, este que vos fala, esteja preparando um plot twist muito grande que vai explodir os neurônios de todo mundo.

      Mas são apenas hipóteses não comprovadas.

      MANO, ESSA SERIA A COISA MAIS LOUCA QUE EU ESCREVERIA! É uma excelente ideia e vou levar em consideração a partir de agora. AUHEAUAEHAUEHEA XD

      Que bom que você curtiu! Fico muito feliz em minha história estar tendo avaliações tão positivas!

      See ya, man!

      Delete
  6. muito bom o capitulo Dento, eu não comentei no capitulo 27 por que eu tive alguns compromiços mais eu estou aqui, eu ja imaginava que quando o Giovanni subiu no helicoptero eu aqui comigo pensando: o Giovanni subiu no helicoptero concerteza a Amy explodira aquele helicoptero com o Gyarados, não e o que aconteceu hehehe. Bom o que me surpreendeu que a Ariana é a mãe do Silver sendo que Ariana esta com odio da Amy ter matado o Giovanni concerteza vai rolar confusões por causa da Amy. Por ultimo o Ethan com ciumes do Red, tive pena do Ethan e parece que a Amy tambem bom é so isso esperando os proximos capitulos rs

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, Megapikachu!

      Todos nós andamos meio ocupados, então não tem problema você não ter comentado. XD O importante é que estamos aqui agora!

      Teria você um sexto sentido? Grande parte dos leitores da história conseguem prever os movimentos dos personagens... Mas o bom é surpreender. XD

      Esse parentesco da Ariana com o Silver ainda vai dar o que falar... E sim, com certeza ela está com muito ódio da Amy... Será que vai rolar uma vingança? É esperar pra ver.

      Ethan com ciúme... Eu nem comento nada. HEUAHAEUHEAUHEA

      Bem, espero que você continue curtindo a história!

      See ya!

      Delete
  7. Eu sabia que ele ia morrer eu sempre
    soube,eu disse pode procurar,eu disse...(ciclo infinito)

    Yooooo Dento

    Eu disse que ele ia morrer,eu sempre soube,EU SABIA ,EU VEJO GIOVANNIS MORTOS rsrrs
    E sim EU VOLTEI E AGORA É PRA FICAR
    Pergunta com Giovanni morto a Ariana vai ser a nova lider dos rockets ?
    Silver é o filho da Ariana então a Amy seria irmã dele?Acho que ela é filha do Giovanni =]

    Achivement Unlocked : First Kill
    Acho que Ariana aprenderá um novo golpe:Revenge

    Malz ai o mega atraso hehe :^

    See Ya

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, Dark!

      Saudades de tu, mano. XD

      Pois é! Eu sempre disse que você era a Mãe Dinah pra algumas coisas! EAHEAUHEAUHEAUEAHUEAH

      Sobre a liderança Rocket: Isso NINGUÉM sabe. A Ariana é a mais cotada, porque ela é a mais velha e era o braço direito e esquerdo dele. Mas, se olharmos por um ponto de vista sucessivo monárquico, Silver assumiria por ser o filho de Giovanni. Mas, tem um terceiro elemento, um tal de "filho perdido". Será que é a Amy? Eu não vejo muito sentido, porque os pais dela foram assassinados a mando do próprio Giovanni... Mas sei lá, né? kkkkk

      Achivement Unlocked, +100 XP.

      Ariana com Revenge... Sai de baixo! XD

      See ya, man!

      Delete
  8. Estava tudo indo bem. Ethan conseguiu uma nova insígnia, estava se resolvendo com a Amy, mas quem imaginou que Ecruteak ainda reservaria um pouco de caos para nós antes de vermos o trio saindo para a região costeira?

    Ainda que eu tenha minhas dúvidas se o Giovanni está realmente morto de morte morrida, foi bem inesperado ver a cena onde isso ocorreu. Especialmente da maneira que ocorreu. A intenção de matar era visível na Amy, e isso eu jamais esperaria de um protagonista! Ponto para a Amy!

    Concordo com o Ethan! Red é um playboy metido a besta que se acha muito bom, mas perde para times não-effortados nos jogos G/S/C. Isso a Globo não mostra! Mas pelo menos agora ele vai parar de perturbar a Amy... Eu acho.

    Agora vamos ser francos. Amy e Ethan vai ser o shipp supremo da vida, não vai? É bom que seja, para sua integridade física e psicológica.

    Cara, a história está ficando cada vez melhor. Mal posso esperar para ver o que virá agora. Ainda mais porque é hora das rotas 38 e 39, que têm uma das soundtracks mais legais da segunda geração!

    Até qualquer hora! õ/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, Sigert!

      As coisas só acabam quando terminam. E nem sempre uma estadia numa cidade acaba após uma batalha de Ginásio. Ainda mais numa cidade tão bonita quanto Ecruteak!

      Dizem que todos nós temos um pouco de insanidade. E que essa insanidade é despertada por algum trauma ou situação. Acho que podemos entender a Amy... E que sangue frio, né? Ela nem piscou!

      Red só é famosinho mesmo. Só tem nome. Prefiro o Gary.

      Tomara que seja. Não depende de mim, eu só conduzo os eventos. Quem escreve a história são os próprios personagens. Hehehe.

      Fico feliz que você tenha aprovado! E espero que você tenha uma longa estadia aqui nessas terras maravilhosas. ❤

      See ya!

      Delete
  9. Que capítulo intenso! Há tempos eu vinha esperando pela cena da derradeira morte do líder dos Rockets, e se quer saber, a primeira vez na vida que você me mostrou um capítulo para ler, foi este. Evoluiu bastante daquela versão, mas a essência é a mesma. Sempre achei que a Amy é uma de suas personagens mais interessantes porque ela mistura a essência inocente da aventura Pokémon de Ethan com o lado tenso de Red e os Rockets. E não adianta me falar que Amy x Ethan não funcionaria, porque ele ficando com ciúmes dela é a coisa mais fofa do mundo kkkkkkkk Os capítulos estão incríveis cara, cada episódio novo é uma surpresa!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, Canas!

      Finalmente um dos grandes acontecimentos aconteceu (redundância? Proposital.)!!! Tudo levou até aqui e a partir daqui é que tudo vai se mover. Espero que eu tenha conseguido fazer da maneira mais natural possível, sem parecer forçado. E mais uma vez fico muito feliz que você lembre dos primórdios desse capítulo. E a galera achando que essa seria o primeiro mind blowing da Aliança... Inocentes. HEAUAHEUAEHUAEHAUEH

      Eu amo a Amy também. Ela é fantástica, uma das personagens de quem eu mais me orgulho e fico feliz por ela ser tão querida na Aliança. Vou pegar ela e a Camila e vou botar no trono de Rainhas da Aliança, elas merecem! ♥

      Ethan x Amy funciona, mas por ser mal, não sei se eles viram um casal. Rimou, olha que sensacional! EHAUAEHUAEHEA, depois eu apareço boiando no Rio Tietê aí e as pessoas não sabem o motivo. Mas os leitores sabem. Eles SEMPRE sabem...

      Espero que continue acompanhando e se surpreendendo!

      See ya!

      Delete
  10. Caraca, a Amy matou mesmo o Giovanni. Finalmente temos uma protagonista que age de verdade para conseguir o que quer. Não que tenha sido algo bom para ela no final. Acho que o fantasma e a lembrança desse assassinato ainda vai percorrer a mente dela em vários momentos durante a fic, pq sendo horrível ou não, o Giovanni é um ser humano e a Amy é uma pessoa boa.
    Eu não consigo desgostar do Red, não sei porque. Pra mim parece que ele passou de um bobão fraco da fic do Kill para um forte arrogante e um pouco amargurado nessa. Tomara que ele pare de perturbar a Amy depois disso e que no fim das contas tenha um destino legal pq apesar de tudo acho que ele merece.
    Ethan e Amy podem até não terminar juntos no final, mas não dá pra negar que eles fazem um casal bonitinho. Desde o cap anterior ele pareceu ficar com ciúmes dela com o Forrest e agora o ciúmes ficou bem explícito e acho que a Amy gostou de saber disso.
    Até o próximo capítulo. o/

    ReplyDelete

- Copyright © 2015 - 2019 Aventuras em Johto - Dento (Willian Teodoro) - Powered by Blogger - Designed by CanasOminous -