Posted by : Dento Jan 21, 2016


Após ganhar sua primeira insígnia da Liga Pokémon, Ethan e Forrest seguem rumo à Cidade de Azalea, onde está o próximo Ginásio. No entanto, a viagem deles até a próxima cidade esperaria mais um tempo.

— Falta muito pra chegarmos a Azalea? — Perguntou Ethan cabisbaixo.
— Temos que cruzar a Rota 31... — Disse Forrest olhando um mapa portátil.
— Cara, eu sei que a gente tem que cruzar a Rota 31... Nesse mapa que você arranjou no Centro Pokémon não tem quanto tempo falta pra chegar?
— Cara, isso é um papel. Não é um computador de última geração. — Respondeu Forrest indiferente
—Mas eu tô com fome... — Disse Ethan botando os braços na barriga que roncava alto.
— Se você não estivesse me arrastado pra cá assim que saímos do Ginásio, a gente poderia ter parado pra lanchar no Centro Pokémon. Mas nããããããão, “eu tenho que chegar logo em Azalea para conseguir minha segunda insígnia logo!”. — Disse Forrest imitando o que Ethan havia dito sem tirar os olhos do mapa.
— Aff, cara...Você não facilita, não é? — Disse Ethan vencido. — Mas ainda estou com fome.
— Ao invés de ficar reclamando, por que não vai treinar seus Pokémon? Caterpie não teve nenhuma batalha ainda. E não garanto que usar Quilava e Sandshrew de novo vai dar certo. Você venceu uma batalha de Ginásio, mas não garanto nada que vai vencer o próximo desafio. — Disse Forrest sério.
 — Tem razão, Forrest... Saia, Caterpie! — Disse Ethan lançando seu Pokémon.

O Pokémon Verme saiu da PokéBola e parecia feliz. Depois de tanto tempo confinado, voltar a sentir a brisa do ar livre era muito bom.

— Caterpie! Vambora treinar! — Disse confiante.

Caterpie afirmou com a cabeça e deu um olhar confiante.

— É isso aí! Gostei de ver, Ethan! — Disse Forrest sorrindo.

Uma explosão fora ouvida. Ethan e Forrest caíram no chão e muitas pessoas de preto começaram a sair dos bosques ao redor da rota.



— Mas o quê?! O que tá acontecendo aqui? — Disse Ethan assustado.
— Ethan, olha! Esses caras todos parecem estar perseguindo aquela garota! — Disse Forrest apontando.

Ethan sentou-se e olhou na direção que Forrest apontava. Todos os homens de fato corriam atrás de uma garota. Parecendo cansada, a garota segurava um chapéu que Ethan já tinha visto há algum tempo. E pela roupa, o garoto não se enganava.

— Nossa, cara! Aquela é a Amy! — Exclamou Ethan levantando-se de forma ágil.
— “Amy”? Você a conhece? — Perguntou Forrest.
— Sim! Eu a conheci no Laboratório do Professor Elm há um tempo.
— Acho que nem se você a conhecesse a gente deixaria de ajudar, não é? — Disse Forrest sacando uma PokéBola.
— De fato. — Disse Ethan pegando duas PokéBolas que restavam da sua mochila.
— Rhyhorn, vai! — Forrest lançou sua PokéBola.
— Quilava, Sandshrew, eu escolho vocês! — Disse Ethan imitando Forrest e jogando suas PokéBolas.
— Eu começo. Vou fazer esses idiotas tropeçarem. Rhyhorn, Earthquake!

Rhyhorn correu na frente e jogou seu peso no chão. Um terremoto começou a espalhar-se e os capangas da Equipe Rocket começaram a cair desequilibrados.

— Quilava, Ember! Sandshrew, Rapid Spin!

Quilava disparou brasas de fogo de sua boca e Sandshrew enrolou-se em torno do próprio corpo e saiu girando para a frente atingindo capangas da Equipe Rocket que se levantavam. As chamas de Quilava os faziam gritar de dor.

— Caterpie, String Shot! — Exclamou Ethan.

Caterpie lançou-se na frente do treinador e lançou um jato de fios de sua boca. Os capangas da Equipe Rocket que estavam no chão se contorcendo de dor por causa das queimaduras foram todos amarrados e presos na seda de Caterpie. Amy olhou para trás ao ver que não estava mais sendo seguida e encarou Ethan.

— Amy! — Ethan exclamou e correu até a garota.
— E... than... — Suspirou e desmaiou nos braços do garoto.
— Forrest! Temos que fazer alguma coisa agora! — Berrou para o amigo.
— Rhyhorn, venha aqui! — Gritou para o Pokémon.

O rinoceronte chegou correndo e parou ao lado de Ethan.

— Coloque-a no Rhyhorn. Vamos leva-la até o Centro Pokémon de Azalea.
— Tá. — Disse colocando a menina no lombo do grande Pokémon cinza.

Ethan e Forrest retornaram seus Pokémon e montaram em Rhyhorn que partiu correndo para onde Forrest apontava: A entrada da cidade de Azalea.

Silver chegara. Viu um Pokémon cinza com pessoas montadas partindo para leste e viu os capangas da Equipe Rocket feridos e amordaçados por fios de seda.

— O que está acontecendo aqui? Cadê a Amy? — Perguntava para um dos Rockets.
— Nós a estávamos perseguindo. Mas eu acho que demos de cara com amigos dela que nos pegaram desprevenidos... — Disse um.
— Vocês têm Pokémon para quê? Idiotas! — Exclamou Silver nervoso.

O ruivo refletia sobre a informação que acabara de ter. Amy fora resgatada por... Amigos?

— “Amigos” você disse? Mas a Amy não tem amigos... Pra que lado eles foram? — Perguntou Silver novamente.
— Acho que eles estavam indo para Azalea... — Disse outro dos capangas.
— Azalea? Hum... Mudança de planos. Todos vocês, retornem para a base. — Disse Silver.

Todos os capangas, ainda amordaçados, começaram a se entreolhar.

— Idiotas... Croconaw, Scratch. — Silver liberou um Pokémon de tamanho médio que parecia um crocodilo bípede azul e amarelo. Tinha três conjuntos de pontos vermelhos em seu corpo: um com três pontos em sua cabeça, como uma crista, um com dois pontos em suas costas, e uma ponta afiada em forma de diamante em sua cauda. Manchas pretas cercavam seus olhos, que tinham íris vermelhas. Sua mandíbula inferior era amarela e acentuada, e seu peito tinha um padrão assimétrico, amarelo semelhante a uma pele de animal manchada. Era a forma evoluída de Totodile.



Croconaw usou as garras para cortar toda a seda que prendia os capangas Rockets. Assim que todos estavam libertados, Silver deu um passo à frente e começou a falar.

— Voltem para a base. Esqueçam o que o Giovanni falou.

Os capangas começaram a olhar nervosos entre si.

— Mas Silver, é loucura desobedecer a uma ordem do Giovanni! — Disse um.
— Somos loucos, meu caro. Amy está indo para Azalea. Não se preocupem, Proton dominou a cidade. Estamos com agentes escondidos por todos os cantos. Logo, meu pai terá a Amy, que tornou-se a queridinha dele também. Nunca o vi tão fissurado por algo quanto agora... — Disse Silver aos agentes.
— Então Giovanni vai pegá-la em Azalea? — Perguntou um dos capangas.
— Sim. Por isso quero que vocês voltem para a base e avisem-no. O resto é comigo. — Disse Silver.
— Certo! — Disseram os capangas se retirando da rota.

Silver conseguiu o que queria. Conseguiu ficar sozinho para pegar Amy sem ninguém atrapalhar. E agora que sabia sua localização exata, nada poderia detê-lo.


***

Ethan, Forrest e a desmaiada Amy finalmente chegavam à Cidade de Azalea e cavalgavam com Rhyhorn até o Centro Pokémon.

— Enfermeira Joy, nos ajude! — Ethan entrou berrando.
— O que foi, o que foi? — Perguntou a enfermeira de cabelos róseos assustada com a entrada repentina do garoto.
— Ajude minha amiga! Por favor! — Exclamava o garoto apontando para Amy.
— Eu vou tentar ao máximo. Por favor, tenha calma. Chansey, por favor! — Disse Joy chamando um Pokémon rosa com uma espécie de ovo guardado em uma bolsa na barriga.




— “Chansey, um Pokémon Ovo. Ele caminha com cuidado para evitar quebrar seu ovo. No entanto, é extremamente rápido em fugir. Sendo poucos em número e difíceis de capturar, dizem que trás felicidade para o treinador que o pega”. — Informou a PokéAgenda de Ethan.
— Cuide dela, por favor... — Pediu Ethan.
— Não se preocupe. Eu vou fazer o possível. — Confortou a enfermeira.

Trinta minutos se passaram e Ethan e Forrest aguardavam sentados na grande recepção do Centro Pokémon. Ali estava vazio. Não havia nenhum treinador, fora Ethan e Forrest, esperando alguma recuperação de algum Pokémon.

— Será que ela vai ficar bem? — Perguntou Ethan preocupado.
— Não se preocupe, cara. Tenho certeza que a Enfermeira Joy está fazendo um bom trabalho.

O barulho da porta da sala de exames fora ouvido e passos se aproximavam da recepção.

— Garotos? — Chamou Joy.

Os garotos levantaram e se dirigiram até a enfermeira.

— E então? Como está Amy? — Ethan logo perguntou.
— Não se preocupe. Ela vai ficar bem. Só precisa de descanso. Os ferimentos nas pernas e nos pés vão logo sarar.
— Ufa, é um alívio. Bom saber que a gente conseguiu fazer um bom trabalho! — Exclamou Forrest.
— É verdade... Eu não só não consigo entender o porquê daqueles caras estarem perseguindo a Amy... É estranho. — Disse Ethan pensativo.
— Bem, há respostas pra tudo. E eu acho que logo elas aparecerão. — Disse Forrest.

Uma explosão fora ouvida. As portas de vidro na entrada do Centro Pokémon foram explodidas. Cacos de vidro voavam para todos os lados, fazendo Ethan, Forrest e a Enfermeira Joy se jogarem no chão para se protegerem. Alguém entrava no Centro Pokémon, mas devido a fumaça, ninguém conseguiu ver quem era.

— Quem está aí? — Chamou Ethan do chão sem obter resposta.
— Mas que droga! Com essa fumaça toda não podemos ver nada! — Ouviu-se a voz de Forrest.
— Sandshrew, tente desfazer a fumaça com Rapid Spin! — Disse Ethan lançando uma PokéBola.

Sandshrew começou a girar ao redor do corpo no chão fazendo a fumaça desaparecer aos poucos devido ao vento que fazia, como um mini-ventilador.

O Centro Pokémon já se tornava visível. Ethan levantou-se e seguiu até a sala de exames onde estava Amy. Viu que a porta estava arrombada.

— Amy! — Chamou Ethan adentrando a sala.

A sala estava escura. De alguma forma, o invasor conseguiu desligar as luzes da sala. Ethan só conseguiu pensar em uma solução para iluminar o lugar.

— Vai, Quilava! — Disse lançando uma PokéBola.

Assim que saiu da cápsula, Quilava liberou chamas dos buracos em seu corpo e graças a elas, Ethan conseguia enxergar melhor.

A sala não era muito grande. Tinha tamanho médio. Havia pôsteres de Pokémon e de informações sobre primeiros socorros. Estava vazia.

— Ora... Parece que nos encontramos de novo, não é? — Chamou uma voz fria que Ethan já ouvira.

Virando-se, deparou com um garoto ruivo de olhos vermelhos frios que olhava com desprezo.

— Silver! O que está fazendo aqui? O que quer? — Perguntou Ethan em tom nervoso.
— Bem, não lhe interessa... O que procuro é a Amy. E você não tem nada a ver com isso.
— O que quer com ela?
— Acertar umas contas.
— Deixe ele em paz, Silver. — Ressoou uma voz feminina pela sala.

Amy estava de ataduras e encarava Silver de forma séria.

— E por que eu deixaria seu namorado em paz? É ele que tá falando besteira pra mim, Amyzinha. — Disse Silver com um sorriso sarcástico.
— Já disse que eu não vou te dar nada.
— Tem certeza, Amy? Você não conseguirá fugir por muito tempo. — Disse Silver aproximando-se.
— Fica parado, babaca. — Disse Ethan.
— “Babaca”? Bem, acho que você não se conhece direito, não é, garoto? — Disse Silver com um sorriso sarcástico.
— Silver, me deixe em paz. Você e a Equipe Rocket vão se arrepender se continuarem me enchendo. — Falou Amy.
— “Equipe Rocket”? — Perguntou Ethan olhando para Amy e Silver sem entender.
— Parece que você ouviu demais, idiota. — Disse Silver com um sorriso sínico agora bem próximo de Ethan que ia cada vez mais para trás tentando proteger Amy que continuava tentando fazer Ethan sair da sala.
— Não se aproxima, babaca! — Disse Ethan desferindo um soco em Silver que cambaleou para trás.— Vambora, Amy! — Exclamou o rapaz puxando Amy pela mão.

Silver recuperou os sentidos e começou a correr atrás dos garotos que rumavam à saída.

— Vocês. Me. Cansaram. — Silver disse nervoso jogando uma PokéBola.

Croconaw saiu e avançou em Ethan e Amy que desviaram por pouco.

— Que Pokémon é esse? — Disse Ethan sacando a PokéAgenda.
— “Croconaw, um Pokémon Grande Mandíbula. É a forma evoluída do Totodile. Há sempre 48 presas que revestem a sua boca. Ele abre as suas enormes mandíbulas quando ataca. Se ele quebra quaisquer dentes ao morder, eles voltam a crescer”. — Informou a PokéAgenda.
— Um Pokémon do Tipo Água... Nossa, me ferrei... Quilava, SmokeScreen! — Pediu Ethan.

Quilava produziu uma fumaça que lançou de sua boca. Silver e Croconaw ficaram cegos por um instante, o que deu tempo de Ethan e Amy cruzarem as portas do Centro Pokémon.

Forrest e a Enfermeira Joy já estavam do lado de fora. Viaturas da Polícia começaram a chegar. Silver saiu correndo com Croconaw atacando com Water Gun fazendo com que os motores das viaturas pifassem. Um dos jatos d’água atingiram Quilava que caiu nocauteado.

— Quilava! — Exclamou Ethan.
— Pokémon do Tipo Fogo são fracos contra golpes do Tipo Água! — Disse Forrest.
— Vai, Caterpie! String Shot! — Disse Ethan lançando o Pokémon em batalha.

O verme fez sair fios de seda de sua boca, prendendo e imobilizando Croconaw.

Tackle!

Caterpie correu até Croconaw investindo-lhe no estômago. O golpe pareceu surtir efeito, mas Silver logo olhava para o Pokémon.

Bite! — Disse o ruivo.

Croconaw mordeu os fios de seda rompendo-os e logo em seguida, mordeu a cabeça de Caterpie.

— Caterpie! — Berrou Ethan.

Da boca de Croconaw, Caterpie começou a brilhar. Seu corpo estava mudando de forma e começava a ficar maior. Caterpie estava evoluindo.

Metapod, um Pokémon Casulo. É a forma evoluída de Caterpie. Dentro do casulo, é mole e fraco. Ele permanece imóvel nesse casulo. Ele se prepara para a evolução pelo endurecimento de seu casulo, fazendo assim uma defesa para seu corpo mole. — Registrou a PokéAgenda.






— “Endurecimento”? Heheh... Metapod, Harden! — Disse Ethan.

Metapod emitiu um brilho. Croconaw fazia um esforço visível, mas não conseguia partir a cabeça de Metapod. O esforço foi tanto que Croconaw acabou quebrando um dente.

— Sand, vai! Ajude o Metapod! — Disse Ethan lançando sua PokéBola.

Sandshrew saiu da PokéBola e mirou em Croconaw. Girou ao redor de si mesmo e um raio em forma de estrela saiu do corpo e dirigiu-se ao inimigo.

— Sandshrew aprendeu um golpe novo? — Perguntou Ethan.
— É o Swift! — Exclamou Forrest.

Croconaw caiu nocauteado. Metapod olhou para Ethan e caiu desmaiado também.

— Retorne, Metapod! — Disse Ethan retornando o novo Pokémon.

Amy olhava Ethan querendo dizer algo.

Uma fumaça toxica começou a impregnar o local. Todos ali presentes começaram a tossir e desmaiar. Amy olhou para trás e viu um Koffing soltando Poison Gas ao lado de um homem com uma boina negra que cobria os cabelos azuis e encarou aquele olhar azul frio. 




Proton fora a última coisa que a garota vira antes de perder a consciência. Ethan também não conseguira aguentar e nem salvar a colega. Resistira o máximo que pode. O garoto ao menos conseguira retornar seus Pokémon e vira Amy e Forrest desmaiarem inconscientes. Deixou-se tomar por uma visão esbranquiçada e perdeu os sentidos. Nem sentira quando tocou o chão violentamente.



TO BE CONTINUED...






{ 8 comentários... read them below or Comment }

  1. Yo Dento-kun
    Que capitulo top cara muito bom mesmo brigas,treta,totodiles evoluidos rsrsrs
    O Shipp é real vai dar namoro esses dois ja tenho diversos shipps rsrsrs
    Dentre eles Athan,Emy,Ethamy,Amyn
    E pro Forrest resta apenas segurar vela kkkkkk
    E esse metapod ai ñ vai virar buterfree (Certeza que escrevi errado huashuash) e deixar o Ethan na mão né.
    Obs:Vai dar namoro isso a mina desmaia nos braços do Ethan e fala o nome dele é muita cena de filme romântico isso.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo Dark!

      Esse capítulo marca um começo das tretas diretas na história. A Equipe Rocket vai agir mais frequentemente agora na história e das formas mais cruéis possível.

      Sobre o shipp, acho engraçado shipparem meus personagens, mesmo eu não sabendo ainda se alguém vai ficar junto no fim das contas. Apenas poucos personagens formarão casais na história, mas nenhum deles será do tipo "felizes para sempre", não até o fim da história. Forrest não ficará de vela, ele ainda vai arrasar alguns corações (ou arrasam com o dele... Hehehe).

      Essa cena da Amy e do Ethan, do desmaio, não foi intenção de fazer romance. Aconteceu. Mas não quer dizer que não possa surgir um romance daí. Tem pra todos os gostos. EAHUEAHUAEHUAHUEAH


      See ya!

      Delete
  2. Yo!

    E aqui está mais um capítulo. Ficou muito bem, gostei da interação entre Amy e Ethan (ficaria um shipp bom, PORÉM ISSO NÃO PODE ESTRAGAR MEU PRECIOSO ETHAN X SILVER!!). Pois bem, gostaria de perguntar quando a Lyra volta. Eu estou com saudades dela :3 (QUE ELA NÃO ATRAPALHE O CASAL DE RIVAIS!! Hunf.).

    Ok, eu acho que eu estou exagerando.










    ...ou não? Heheheheheheeeeeeeeeeee

    MUITA TRETA! MUITA TRETA! WOOOOOHOHOHOHO! Totodile evoluir foi uma das coisas mais legais do capítulo. E não é que a Equipe Rocket retornou? E ei, Dento, por que em vez de Amy você não botasse ~sem querer~ o Silver nos braços do Ethan? (UM BEIJINHO ENTRE ELES, POR FAVOR FAZ ACONTECER, NUNCA TE PEDI NADA! ~olhar de Jigglypuff nada convincente).

    Ok², eu continuo exagerando. E desta vez muito.

    Que nós tenhamos muito Ethan e-- Quer dizer... muita ação e história boa! Não me decepcione, ok? Ya(oi)-yeah!


    Yaoitermometro desligando......

    E aqui terminamos nosso comentário.

    Jaa na!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yooooo Richard!

      Ethan X Silver é um shipp provável, mas eu não acho que você deva ter esperança, afinal, é atrás da AMY que o Silver anda, não é mesmo? Não sei, talvez o Ethan ainda tenha o Silver no foco dele, mas vamos ver o desenrolar desse casal que não existe, mas já consideramos pacas...

      A Lyra vai aparecer logo, logo. Acho que lá pro capítulo 12.

      MUITAS TRETAS, MEU AMIGO! E PENSAR QUE O PRÓXIMO CAPÍTULO VAI SER A CONTINUAÇÃO DAS TRETAS DESSE CAPÍTULO. IMAGINA QUE LOKO!!!

      Acho que se você curtir algo tipo 50 Tons de Cinza, vai gostar da cena do Ethan e do Silver no capítulo que vem. Hehehehehe

      Prometo tentar não te decepcionar jamais. =]

      See ya!

      Delete
  3. Boas!

    FOCUS ON AMY!!!!!!!!

    Este episódio foi lindo, e a rainha está como personagem principal! Tudo gira à volta dela!
    Adorei o resgate, fiquei imaginando-os em cima do Rhyhorn kkkkk

    Esse confronto entre Ethan e Silver foi épico! Achei super fixe (legal) a evolução do Totodile!
    Por acaso o Dento já pensou em fazer tipo uns episódios especiais/extras dedicados à jornada de Silver? Acho que seria muito interessante!

    SÓ QUERO VER A CARA DO ETHAN QUANDO DESCOBRIR QUE A AMY JÁ FEZ PARTE DA TEAM ROCKET!! ADORO ESSAS MISTÉRIOS!!

    Estou ansioso para o próximo capítulo!! Cheira-me que o Metapod/futuro Butterfree os vai salvar!!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, Angel!

      Amy mais uma vez roubando a cena, cada vez mais mostrando que é uma protagonista de verdade.

      Sobre a pergunta: Sim. Haverão episódios do Jornada de Treinador focados no Silver, mas mais futuramente. Dentro da história dele existem lacunas que ainda precisam ser construídas pra eu poder fazer alguma coisa sobre ele. Mas novidades a respeito disso estão chegando, então fique de olho! =D

      SIM, CARA, TODO MUNDO QUER VER ESSA CENA! Como será que ele vai reagir??? Sinceramente, nem eu sei. Espero viver pra ver essa cena! Hahahaha

      Como será que eles vão sair do Poço Slowpoke, hein? Algum palpite? Vamos ver no próximo!

      See ya!

      Delete
  4. Fala aê manim!

    Dessa vez as coisas aconteceram bem depressa! Eu nem sei o que aconteceu aqui, parece que viraram Johto de cabeça pra baixo! Team Rocket, Amy reencontra Ethan, que por sua vez reencontra Silver, que por sua vez conhece a Amy de longa data... MANO, TÔ CONFUSO! Mas sei que as respostas vão aparecer conforme a história for caminhando.

    Essa rivalidade entre Silver e Ethan vai se acirrando cada vez mais. E, ao que parece, muito em breve eles estarão se chocando de novo. Eu me pergunto o que aconteceu com a Amy. Será que ela vai ser raptada? Aparentemente sim, já que nem mesmo os policiais parecem ter conseguido escapar do Poison Gas daquele Koffing. Veremos como Ethan e Forrest vão agir agora.

    Excelente capítulo man, um dos melhores que li até aqui! Continue com o bom trabalho! õ/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, bro!

      As coisas começam a andar, né? Eu acho que não sirvo pra fazer as coisas numa velocidade reduzida. Os acontecimentos vão se desenrolando um atrás do outro... Haja fôlego! Hahaha

      Ethan e Silver vão tretar bastante ainda. E a Amy... Bem, ela é um imã de problemas... Será que a Equipe Rocket vai ser efetiva na missão de capturá-la? Bem, na verdade, eles estão quase lá. Faltou pouco. Mas quem é que surge no horizonte? Isso mesmo, Ethan e Forrest pra salvar o dia. Agora é esperar e ver o que é que vai acontecer... Dessa vez, até mesmo os "heróis" acabaram no meio da armadilha... Será que eles conseguem escapar? Quais são suas apostas?

      Fico muito feliz por estar fazendo um bom trabalho até aqui, agradando você. Espero continuar fazendo um bom trabalho. =D

      See ya!

      Delete

- Copyright © 2015 - 2018 Aventuras em Johto - Dento (Willian Teodoro) - Powered by Blogger - Designed by CanasOminous -