Posted by : Dento Mar 3, 2016




Ethan, Amy e Forrest continuam sua viagem rumo à Cidade de Goldenrod. Descansando junto aos Pokémon, os garotos estão almoçando, curtindo a brisa suave da tarde bonita que fazia na Rota 34.

— Que dia lindo... — Suspirou Ethan deitado olhando para o céu.
— Temos tido dias lindos nesses últimos tempos. — Disse Amy.
— Isso é sentido até pelos Pokémon, que andam com muito bom humor. — Comentou Forrest que apontava para os Pokémon que comiam juntos.
— E pensar que minha batalha de Ginásio se aproxima... — Disse Ethan.
— Por que você não treina até lá? — Perguntou Amy.
— Ah, cara, não sei... Acho que é preguiça. — Respondeu o rapaz bocejando.
— O líder do Ginásio de Goldenrod não vai ter preguiça em te escorraçar, Ethan. — Disse Forrest ao amigo.
— Sem pressões psicológicas. — Retrucou Ethan olhando com desdém.
— Estou afim de uma batalha. O que acha, Forrest? — Disse Amy olhando para o amigo.
— Faz um tempo que eu não boto a mão na massa mesmo... Vai ser bom desenferrujar.
— Vocês vão batalhar mesmo?! Que maneiro! — Exclamou Ethan se ajeitando.

Depois de retornarem seus Pokémon, Amy e Forrest se encararam por um tempo, parecendo refletir sobre aquilo. Com um sorriso, levantaram-se e se encararam. Ethan permanecia sentado, com as pernas cruzadas, observando tudo com seus Pokémon.

O fato dos oponentes conhecerem os Pokémon um do outro deixava tudo mais interessante.

— Acho que um contra um vai resolver tudo, não acha? — Perguntou Amy com um sorriso.
— É o suficiente. — Respondeu Forrest, concordando com a cabeça e devolvendo o sorriso.
— Muito bem então, vou pegar leve com você. Primeape, hora de brilhar! — Amy arremessou uma PokéBola para frente.
— É um bom treinamento para minha jornada para me tornar um Líder de Ginásio do Tipo Pedra. Muito bem, Rhyhorn, vai! — Forrest apontou a PokéBola para Amy e ela abriu-se. Rhyhorn materializou-se no ar, pousando majestosamente no chão.
— Essa batalha vai ser demais... — Disse Ethan baixinho abraçando seu Quilava. Ambos mal piscavam enquanto olhavam para frente. Os demais Pokémon de Ethan — Wooper, Butterfree e Sandshrew — não pareciam dar a mínima para o que estava acontecendo. Brincavam entre si, despreocupados. Wobbuffet batia continência ao lado de seu treinador. E, bem, ninguém sabia exatamente se o tal Pokémon bolha azul prestava atenção. Afinal, apenas vento parecia passar dentro de sua pequena cabecinha oval.
— Primeape, comece com Karate Chop!
— Rhyhorn, vá de encontro com o Take Down!

Primeape correu em direção ao oponente com uma de suas patas reluzindo enquanto Rhyhorn galopava veloz indo de encontro do Pokémon de Amy. Primeape atingiu a dura testa do grande Pokémon cinzento ao mesmo tempo que era atingido no estômago pelo chifre reluzente de Rhyhorn.

O Pokémon de Forrest tomou um dano muito grande devido a desvantagem de tipos. Mas seu nível superior ao de Primeape fez o Pokémon de Amy ficar zonzo.

— Primeape, Karate Chop de novo!
— Não vou cair nessa. Rhyhorn, Earthquake!

Primeape correu para a frente em direção à Rhyhorn, que apoiou-se sobre as patas traseiras e jogou seu peso para o chão, rachando-o ao meio e causando um poderoso terremoto, que desequilibrou o Pokémon de Amy. Primeape desequilibrou-se e caiu, enquanto era atingido por pedaços gigantes de solo que se desprendiam e o atingiam por todos os lados.

— Primeape! — Exclamou Amy.
— Finalize com Take Down!

Rhyhorn correu em direção ao oponente de forma veloz. Forrest percebeu um brilho estranho no olhar de Amy.

— Primeape, Cross Chop! — Exclamou Amy com firmeza.

Rhyhorn alcançava o monte de entulho onde Primeape jazia embaixo. No entanto, as pedras foram arremessadas para o ar enquanto o Pokémon de Amy atingia em cheio o estômago do grande Pokémon cinza.

Seismic Toss! — Exclamou Amy.

Agarrando o dorso de Rhyhorn, Primeape deu um giro de 360° e arremessou-o em direção ao solo. Rhyhorn caiu totalmente derrotado.

— Rhyhorn! — Exclamou Forrest.
— Não sou acostumada a jogar pra perder, Forrest. Desculpe.

Forrest pareceu arrasado enquanto retornava seu Pokémon de volta para a PokéBola.

— Está tudo bem? — Perguntou Ethan notando a expressão do amigo.
— Tá tudo sim... Só não esperava que eu fosse derrotado assim tão depressa. Fui pego totalmente de surpresa.
— Relaxa, cara. Essas coisas acontecem mesmo. — Consolou Ethan.
— Em Pewter, meu irmão treinava diariamente dias e noites para ser o melhor. Até saiu em viagem por um tempo para se aperfeiçoar... Eu tô dando mole, preciso correr atrás do prejuízo.
— Essa viagem vai nos fortalecer cada dia mais, Forrest. — Disse Amy.
— Mas eu preciso tomar uma atitude. Vou treinar. — Forrest pegou sua mochila e adentrou dentro da mata da Rota 34.
— Ué. — Disse Ethan.
— Será que eu peguei pesado? — Questionou-se Amy.

***

Lyra caminhava alegremente pelas avenidas da Cidade de Goldenrod. Com seu Marill em seu encalço, a garota entrava no Centro Pokémon.

— Preciso recuperar meus bonitinhos, Marill. A última batalha me deixou exausta... — Confessou a menina ao pequeno Pokémon bolha.

As portas da recepção se abriram. Silver entrara com sua feição séria e encarava com mal humor a todos que o encaravam.

O rapaz se dirigiu à Lyra.

— Onde está a Enfermeira Joy? — Perguntou de maneira ríspida.
— Eu estou aguardando por ela também. Você tá de mau humor? — Perguntou a garota.
— No que lhe convém? — Perguntou Silver de forma grosseira.

Lyra se irritou.

— Escuta, eu nem te conheço e eu não te dei motivos pra você falar assim comigo! Então vê se fala direito com uma dama! — Exclamou Lyra quase gritando.

Silver a encarou sério.

— Tanto faz.

De braços cruzados, um sentou longe do outro. Marill observava aflito a discussão. Se mal se conheciam, como poderiam ter raiva um do outro assim?

***

Na frente da Torre de Rádio de Goldenrod, Petrel encarava o topo com um sorriso maléfico. Proton segurava um radiotransmissor em suas mãos.

— Vamos ter que esperar o Silver? Esse moleque só atrasa a gente... Quero agir logo! — Resmungou Petrel.
— Calma. Você sabe do plano. Temos que esperar para não chamar a atenção. — Disse Proton ao colega.
— Não chamar a atenção? O estrago que a gente fez em Azalea eles vão demorar anos pra consertar. Nós somos muito poderosos. Hahaha!
— Se aqueles moleques não tivessem interferido, a gente teria executado o plano perfeitamente.

Uma voz feminina saiu do rádio.

— Eu posso ouvir a conversa de vocês, idiotas. Contanto que vocês consigam cumprir os objetivos, podem usar força bruta.
— Mas e quanto à Amy, Ariana? — Perguntou Proton.
— Vocês sabem que o Silver é que toma conta dela.
— Mas ele não fez o trabalho direito da última vez... — Retrucou Petrel.
— Não questionem, ajam! Estamos chegando.
— Roger. — Finalizaram os dois.

***

Forrest derrotava os fracos Pokémon dos desafiantes da Rota 34. Até ele mesmo sabia que aquilo não era suficiente pra ele.

Antes que o tédio realmente espancasse o jovem, algo chamou a sua atenção. Um Pokémon o observava atentamente.



Forrest agachou e o encarou atentamente. O Pokémon parecia assustado.

— Olá, amiguinho. Não se assuste. — Disse Forrest se aproximando devagar.

Uma explosão fez o rapaz e o pequeno Pokémon voarem para trás. Um enorme Pokémon selvagem surgiu por detrás das árvores. Forrest se assustou com o que viu.

Um enorme Snorlax olhava com olhar assassino para o pequeno Pokémon, que se assemelhava a uma pequena tartaruga. Seu corpo era amarelo e tinha membros que pareciam gosmentos e moles que saiam de seu casco, que era vermelho e parecia ser duro com muitos buracos brancos em sua extensão. Shuckle se escondeu atrás de Forrest esperando alguma proteção. Snorlax foi para cima dos dois e, no reflexo, o garoto se jogou para o lado, agarrando Shuckle e esquivando do Snorlax faminto.



— Eu queria um desafio, mas esse é gigante! Geodude, eu te escolho! — O jovem arremessou uma PokéBola para frente e um Pokémon humanoide de pedras encarou o grande oponente.

Snorlax olhou para o moreno e pareceu aceitar o desafio. Afinal, ele poderia fazer de Forrest seu jantar também, após um longo tempo de hibernação, sua fome era enorme.

— Geodude, Rollout!

O Pokémon de Forrest saiu rolando pelo chão e atingiu o estômago de Snorlax. O imenso Pokémon selvagem se irritou e partiu para cima do moreno.

— Droga, droga, droga! — Forrest tentou correr do gigante, mas tropeçou em uma raiz de árvore e caiu de costas, com o rosto pra cima. Seu único reflexo foi colocar os braços na frente do rosto para protege-lo.

Um urro. Forrest não sentiu seu corpo sendo esmagado pela criatura. Abriu os olhos. Shuckle estava no rosto de Snorlax, tapando-o com seu corpo. Os tentáculos de seu corpo espremiam o crânio do Pokémon que urrava de dor e ódio Forrest levantou-se rapidamente e sacou outra PokéBola presa no cós da calça.

— Rhyhorn, vai!  — Chamou o rapaz enquanto liberava o Pokémon.

O Pokémon encarou o oponente e olhou cansado para o treinador.

— Eu sei que você tá cansado da última batalha, amigão. Mas eu preciso de você e de Geodude se quiser sair vivo daqui...

O Pokémon assentiu e se pôs em posição de batalha.

— Muito bem, Rhyhorn! Take Down! Geodude, Rollout!

Rhyhorn correu em direção a Snorlax enquanto Geodude o acompanhava rolando em alta velocidade pelo chão. O ataque duplo foi mortal. Snorlax tombou para trás e Shuckle desprendia-se de seu oponente parando ao lado de Forrest.

Amy e Ethan apareceram logo em seguida visivelmente eufóricos. Estava claro que correram o percurso todo.

— Forrest! A gente escutou umas gritarias, você tá bem? — Perguntou Amy ao amigo enquanto Ethan assustava-se com o Snorlax caído no chão da rota.

— Santo Arceus! Que Pokémon é esse?! — O garoto sacou a PokéAgenda.
— “Snorlax, um Pokémon Dorminhoco. O que soa como um trovão pode ser seus roncos ou o barulho de sua barriga com fome. Os sucos digestivos de seu estômago podem dissolver qualquer tipo de veneno. Ele pode até mesmo comer coisas do chão”. — Informou a PokéAgenda.
— Caraca, ele é gigante! — Exclamou Ethan assustado.
— Tá na hora de resolver as coisas. Primeape, Karate Chop! — Amy arremessou uma PokéBola em direção ao Snorlax e Primeape saiu de imediato atingindo o corpo obeso do Pokémon gigante.

A garota vasculhou sua bolsa e localizou uma PokéBola.

— PokéBola, vai! — Amy jogou o objeto na direção de Snorlax, caído ao chão. Ethan soltou uma exclamação de susto.

A cápsula sugou o corpo da enorme criatura para dentro dela. A PokéBola se mexia violentamente até parar de uma vez com um estampido, anunciando a captura.

— Consegui. — Sorriu Amy.
— Caraca, que show! — Exclamou Ethan.

A PokéBola voltou a se mexer. Um barulho alto foi ouvido. A cápsula de Amy foi quebrada. Snorlax estava de volta.

— Tá doido! Que bicho chato! — Ethan sacou uma PokéBola. — Deixa eu ajudar também. Butterfree, Psybeam!

O garoto arremessou a PokéBola para cima e Butterfree saiu voando alegre. Voou por sobre o corpo de Snorlax que levantava zangada mirando a borboleta como se fosse um pernilongo irritante. Butterfree lançou um raio púrpuro no Pokémon que caiu nocauteado.

— Isso aí! — Comemorou Ethan.
— Fez algo útil. Parabéns. — Riu Amy. — Dessa vez não escapa. PokéBola, não me decepcione!

A garota arremessou o objeto rubro na direção do corpo de Snorlax. No entanto, outra PokéBola atingiu o imenso Pokémon no lugar, sugando-o e capturando-o. Os garotos olharam para trás.

— Vocês dão muito mole. — Joey caminhava em direção ao grupo e agachou para pegar a PokéBola onde agora jazia imóvel o poderoso Snorlax.
— O que cê pensa que tá fazendo, pivete?! — Amy caminhou ameaçadoramente em direção ao jovem rapaz.
— Ué, você não tinha ido pra Azalea? — Questionou Ethan.
— Salvando a vida de vocês. E o Ginásio está fechado por causa da confusão que teve esses dias. — Joey respondeu indiferente.
— Devolve já meu Pokémon! — Amy aumentou o volume da voz, fulminando Joey com o olhar.
— Gente, não vamos brigar... — Forrest finalmente se manifestou tentando acalmar a discussão. — Cara, você capturou um Pokémon que a Amy derrotou.
— “Capturei”, não “roubei”. — Argumentou Joey. — Quem é você mesmo?
— Forrest.
— E a gatinha aí é “Amy”, né? Não esqueci de você...
— A “gatinha” aqui vai quebrar a sua cara. — Amy ergueu o punho.

Forrest desviou o foco da atenção para Shuckle que o encarava curioso. Uma sensação estranha percorria seu cérebro.

— Geodude, Rock Throw!

O Pokémon de Forrest arremessou pedras do solo em direção de Shuckle, que foi arremessado para o tronco de uma das árvores da rota. Todos começaram a prestar atenção.

Shuckle recuperou-se e grudou seus tentáculos na cara de Geodude que não conseguiu tira-lo de sua face.

— Esse é o Wrap! Ele vai espremer seu oponente até não conseguir mais! — Exclamou Joey.
— Já conhecemos esse truque. Geodude, Rollout!

Geodude saiu rolando para frente levando consigo o pequeno Shuckle que se esforçava para continuar firme e forte. Geodude atingiu uma das árvores e Shuckle caiu tonto no chão, visivelmente confuso.

— PokéBola, vai! — Forrest arremessou uma cápsula vazia. Ethan correu e derrubou Joey no chão, impedindo que o rapaz “roubasse” Shuckle também.

A PokéBola tremeu e tremeu até parar e não se mover mais. O grupo de adolescentes prendeu a respiração por um tempo. Mas, diferente do que acontecera com Snorlax, Shuckle não quebrou a PokéBola. Estava capturado.

Forrest se aproximou da PokéBola e a pegou do chão.

— Te peguei, amiguinho. — Falou sorrindo para o objeto.
— É isso aí, Forrest! Ao menos, alguém teve sorte... — Disse Amy, soltando um olhar de fúria para Joey, no chão.
— Hey! Sai de cima de mim, Ethan! E eu já falei que foi pra salvar a vida de vocês! — Resmungou Joey.
— De que maneira? — Perguntou Ethan, se levantando do chão e ajudando o amigo a se levantar também.
— Aqui não é o habitat natural do Snorlax. Não é pra eles viverem aqui. 
— E o que seria? — Questionou Amy.
— Um Pokémon poderosíssimo. — Concluiu Joey.

Houve um silêncio repentino.

— E como você sabe de tudo isso? — Perguntou Forrest.
— Eu ando por essas rotas desde criança. Meu pai sempre andou comigo por toda Johto, até os limites de Kanto. E já faz um tempo que certas coisas começaram a desandar...

Amy engoliu em seco. Será que ele sabia da Equipe Rocket?

— Bem, mas por ora, vamos para Goldenrod, é no final dessa trilha. Precisamos descansar. — Joey cortou o assunto assumindo a liderança do grupo.
— E quem disse que a gente vai com você? E se você resolver roubar algum de nossos Pokémon? — Amy cruzou os braços e fez cara feia.
— Eu não sou ladrão, gatinha. E se você continuar fazendo essas caretas, eu realmente desisto de pedir você em casamento.

Por alguma razão desconhecida, Ethan sentiu a boca do estômago revirar ao ouvir as palavras de Joey. Ciúme? Não. Ele queria acreditar que era fome.

— Acho que não temos escolha, né? Faz uns quatro dias que a gente tá andando por aí e eu estou morrendo de fome... — Disse Ethan abraçando a barriga.
— Mas a gente não comeu há meia hora? — Perguntou Amy.

Forrest sorriu.

— Certas coisas não se explicam, se sentem.

Forrest conseguiu um novo amigo e Amy quase fez uma captura. Enquanto seguem para a Cidade de Goldenrod, onde há um Ginásio da Liga Pokémon, a cabeça dos rapazes se enche de perguntas. Os mistérios do Mundo Pokémon permanecem abertos, procurando respostas. Quem um dia será apto para descobri-las?




TO BE CONTINUED...









{ 13 comentários... read them below or Comment }

  1. Yo, Dento!
    Chegando aqui um pouquinho mais cedo, né?
    Então, o que falar desse episódio que mal conheço e já considero pakas? Ficou realmente incrível.
    Primeiro, tivemos a batalha de Forrest e Amy, onde eu gostei do foco que você deu no Forrest, mostrando como ele se sentiu ao perder para a Ami.
    Em segundo lugar, tivemos o Shuckle, que acabou se tornando uma grande aquisição ao time do pequeno Forrest.
    Já em terceiro, temos o Joey.
    Ah, Joey.
    Eu odeio esse cara!
    Se ele pensa que vai destruir meu shipp entre Amy e Ethan, está muito enganado. Enganado até demais...
    De qualquer jeito, é isso!
    Estou no aguardo do próximo capítulo!
    Até a próxima!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, Victor! É sempre bom te ver por aqui, mesmo que mais cedo. kkkk

      Tivemos muitas coisas rolando nesse capítulo. A batalha, a captura... Acho que eu gosto, definitivamente, dessa coisa de acontecerem muitas coisas ao mesmo tempo no capítulo. Peço desculpas se ficar confuso, avisa que a gente dá um jeito. kkk

      Shuckle chegou pra somar. Espero que você curta o trabalho com ele... =]

      SIM, O JOEY! Ele sempre acha que tá com tudo. Mas será mesmo que a Amy vai dar chance pro Ethan? Hmmmmm... kkkk

      No próximo capítulo tem bafão! Hahaha

      See ya!

      Delete
  2. a unica fic da aliança vai ser essa? tem a doida de ransei que nunca mais volto, e, aquela, de oblivia e o cara de kanto que reinicia toda hora .-. enfim, parabens pela fic sua

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ps: mim chame de lukaian

      Delete
    2. Olá, Lukaian, como vai? =]

      Respondendo sua pergunta: Não, essa não é a única fic da Aliança. Nós temos Aventuras em Kalos também (http://aventurasemkalos.blogspot.com.br/). Estamos passando por uma reformulação e os continentes serão reativados aos poucos. A equipe está se empenhando. =]
      Unova, por exemplo, já está sendo produzida, mas não tem data de estreia ainda, mesmo as coisas estando bem avançadas.

      Oblivia também está em reformulação também. Há uma consideração sobre o retorno de Kanto e Sinnoh já acabou.

      Na Aliança, prezamos a qualidade. Mas fica difícil fazer com rapidez, porque os autores tem outras prioridades, como estudo e trabalho. Você pode curtir as histórias que temos enquanto espera as novidades da Aliança? Aposto que você vai curtir muito! =D

      See ya!

      Delete
    3. Bem, e o que parece ne! A menina de ransei nos deu um cap falso e se escafedeu, oblivia fez aniversario de um hiatus maior que o de sherlock, Kalos que era meu mozão OTP ta em hiatus tambem, unova desde o divo do sui nunca mais foi a mesma, Kanto e mais rodada que maçaneta, aquele jean pega escreve dois capitulos e larga, assim nao da!!! Sinnoh é como uma reliquia, não deve ter reboot!
      Tudo bem que preza qualidade,o que tem que ser, mas tipo, se eu for esperar por tudo virarei areia!!
      Mas enfim, gostei do capitulo adorei o começo com forrest apanhando, odeio ele,
      - Lukaian Nonimouwssss

      Delete
  3. Yo dento-kun :D
    Comentando os dois capitulos ao mesmo tempo.
    Mano os capitulos ficaram muito bons,Lyra causando o odio em todos o Joey causando treta,forrest sendo surrado Wobufett sendo ele mesmo huashuashuas
    Mano começei a ficar com raiva do Joey que escroto mano roubou o Snorlax,ta dando em cima da Amy,e eu acho que deu pra ver um ciume do Ethan confere produção?
    Ps:Lyra ñ sabe brincar,vem com primeape,gyarados,pideot e sai esbanjando huashuas
    See ya

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo Dark!
      Que bom que curtiu. Eu me esforço pra trazer um capítulo diferente do outro. =]

      Só uma pergunta: Você confundiu a Amy com a Lyra? AHEUAHUEAHAEUHAE, isso é abstinência!

      Joey é osso... Segura ele! EAUHAEUHEA

      A grande pergunta é se a Amy vai dar moral pra ele... Quais são suas apostas?

      PS: A Amy (sim, ela) é uma treinadora muito poderosa... Ela é muito avançada para esses treinadores iniciantes. Hahaha

      See ya, man!

      Delete
  4. Olá!

    Um capítulo recheado de mistério, comédia e reviravoltas!

    ANSIOSO PARA SABER QUAL A RELAÇÃO ENTRE SILVER E LYRA!!! PÁ DENTO, NÃO PODE FAZER ISTO!!

    Tive muita pena que a Amy não conseguisse capturar o Snorlax, FORA JOEY!!!

    Parabéns ao Forrest pelo seu novo pokémon, Shuckle!

    QUE VENHA A WHITNEY!!!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. E aí, Angel!

      Silver e Lyra... O que você acha desses dois? Por que acha que eles apareceram juntos? Coincidência? Talvez seja apenas aqueles encontros aleatórios de treinadores em um Centro Pokémon convencional numa Cidade grande... Nunca se sabe. kkkkk

      O Joey veio pra causar... A Amy não teve sorte com o Snorlax. Já o Forrest... kkk Ao menos a equipe dele aumentou, né?

      Sim, vamos ao próximo desafio do Ethan! Façam suas apostas!!

      See ya!

      Delete
  5. Eu já ia xingar a Amy por roubar o Pokémon que o Forrest deveria ter capturado, aí chega o Joey e deixa até ela a ver navios! O que tá acontecendo aqui? Esse povo perdeu o senso de civilidade?

    No mais, a captura do Shuckle foi diferente do que estamos acostumados a ver. Ele não é um Pokémon muito visto em fics ou nos times principais nos jogos, mas acredito que você vai conseguir tirar coisas bem interessantes dessa combinação estranha que é Bug/Rock.

    Agora vamos ver essa maravilhosa cidade de Goldenrod. O que você reserva para nós nessa que é a grande metrópole de Johto, e que também vai abrigar o arco mais longo dessa primeira temporada? Já quero ver a Whitney! E que dó do Ethan, falando nisso...

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, Sigert!

      Acho que não existe "bom senso" com esse pessoal, né? EAHUAEHUEAHAEUHEA

      Eu gosto muito do Shuckle. Ok, eu gosto de muitos Pokémon que acabam sendo ignorados/menosprezados/odiados por muita gente... Sempre pensei em colocar ele na história, mas nunca me veio nada na cabeça. Até que o Forrest precisou fazer um upgrade na equipe. kkkkk. Espero que ele seja uma soma bem importante pro personagem.

      Sim, finalmente #partiuGoldenrod. Demoramos, mas chegamos. O que será que vai rolar aqui? Hmmm...

      Ah, sim... Ethan vai sofrer. Muito. Hahahaha


      See ya!

      Delete
  6. É muito bom ver um capítulo voltado para o Forrest, e eu acho incrível como ele se cobra tanto para ser como o irmão, ao mesmo tempo que tenho um pouco de dó.

    Yo Dento, tudo bem?
    Foi maravilhoso ver a Amy e o Forrest lutarem, parece briga de gente grande e o Ethan é só um cara que tem muitoooo o que aprender.
    AI MEU DEUSO, UM SHUCKLE <3
    Acho muito legal as escolhas de Pokemon que você tem para seus personagens, cada Pokemon combina certinho com o treinador.
    E PORRA JOEY, NÃO FORÇA AMIZADE NÃO. PARECE AQUELES CARAS QUE ROUBAM SUA KILL EM JOGOS DE FPS.

    Silver e Lyra? Aceito comk shipp, por favor
    E Team Rocket is back, estou curiosa qual vai ser a da vez

    Até a próxima

    ReplyDelete

- Copyright © 2015 - 2019 Aventuras em Johto - Dento (Willian Teodoro) - Powered by Blogger - Designed by CanasOminous -