Posted by : Dento Apr 7, 2016



— Nessa fase, 14 de vocês foram eliminados. Os 16 restantes estão neste telão.

As fotos dos treinadores que passaram para a próxima fase apareceram. Ethan, Lyra, Amy, Forrest e Joey estavam entre os escolhidos.

Os garotos suspiraram de alivio.

— Agora vem a minha parte favorita... E acho que a de vocês também... — Sorriu Bugsy maliciosamente.

As fotos começaram a se embaralhar. Pares começaram a ser formados e os competidores que restaram começaram a ficar apreensivos. O que viria a seguir?

— Conheçam os seus oponentes da próxima rodada. — Anunciou o Líder de Azalea.

Em cima das fotos, um título em vermelho-tinto trazia em letras arredondadas “COMPETIÇÃO DE BATALHAS DE POKÉMON INSETOS”. Os pares, na verdade, eram os oponentes e quem enfrentaria quem.

Os garotos deram um suspiro de espanto.

Logo na primeira fase, Amy lutaria contra Ethan.
E Lyra duelaria contra Forrest.

A foto de Joey aparecia ao lado de uma garota ruiva.

— Que os jogos comecem! — Exclamou Bugsy agitado.


As batalhas eram distribuídas em oito partes do gigantesco mapa. Elas aconteciam ao mesmo tempo, ao ar livre, permitindo aos treinadores utilizarem de tudo o que podiam para maximizar o poder de seus Pokémon.

Todos os treinadores se espalharam para encontrar seus pares e se dirigirem aos campos de batalha. O alto-falante ecoou mais uma vez.

— Senhores treinadores! Lembrem-se de que as batalhas serão de um contra um. Mata-mata. E só serão utilizados os Pokémon que você pegou na rodada anterior. As batalhas começarão em cinco minutos! — Ressoou a voz de Bugsy.

Os treinadores se posicionaram em seus lugares e um sinal autorizou o inicio.

***

Amy encarava Ethan com um sorriso. O garoto ficou sem graça.


— Nossa primeira batalha desde que nos conhecemos... Vamos dar nosso melhor, gatinho!
— Você não vai conseguir me distrair. Scyther, é contigo! — Ethan arremessou a Bola Sport e Scyther pousou no chão. Não parecia nem um pouco disposto a lutar.
— Vai nessa, bolinha de pelos bonitinha da mamãe! — Amy liberou seu Pokémon que parecia sonolento.

Ethan pareceu analisar as técnicas de Scyther na PokéAgenda, além de conferir os dados de Venonat. Amy aguardava pacientemente o rapaz se movimentar primeiro.

— Vamos nessa, Scyther! Comece com Quick Attack!

Scyther não moveu um músculo. Sentou-se no chão e cruzou os braços.

—Vamos lá, seu Pokémon maldito! Faz o que eu tô mandando! — Disse Ethan zangado.
— Se seu Pokémon não quer tomar a iniciativa, deixa que eu faço isso por ele. Venonat, Tackle!

O Pokémon de Amy disparou para a frente, atingindo Scyther no queixo.

O Pokémon de Ethan levantou-se e encarou bravo aquela criatura peluda anã que o socara. Venonat deu um passo para trás, receoso.

— Não se preocupe com ele, amorzinho. Nós vamos diminuir essa arrogância. — Disse Amy ao Pokémon.
— Finalmente você resolveu lutar, né? Vai lá, Scyther! Use o Quick Attack!

Scyther ignorou as ordens de Ethan e usou Agility para confundir o inimigo. Venonat começou a ficar confuso.

— Não o procure! — Exclamou Amy.

Ethan virou o boné para trás e massageou os olhos com os polegares. Estava irritado.

— Escuta aqui, seu bosta! Eu te capturei, você tem que me obedecer! Eu sou um treinador de TRÊS insígnias, ouviu bem?

Scyther o encarou bravo. Preparou suas lâminas e voou para cima de Ethan, que desviou por pouco.

— SEU OPONENTE É ELE, NÃO EU! — Ethan berrou e partiu para cima de seu Pokémon, enchendo-o de cascudos.

Amy olhava sem entender nada, com uma expressão incrédula no rosto.

— O que é que tá pegando...? — Se questionou a garota.

***

Do outro lado do Parque, Forrest encarava Lyra. A luta fluía melhor do que o duelo de Ethan e Amy. Afinal, os Pokémon obedeciam aos treinadores.

— Heracross, Night Slash! — Ordenou Forrest.

O Pokémon de Forrest agilmente foi em direção do oponente, atingindo-o com suas garras poderosas bem no meio do rosto. Pinsir cambaleou para trás passando as patas na face, tentando aliviar a ardência dos machucados recém-adquiridos.

— Vamos pra cima dele! Pinsir, Brick Break! — Exclamou Lyra.
— Vá de encontro com Brick Break também!

Os dois Pokémon voaram um para cima do outro, executando o golpe. Os braços se chocaram, mas nenhum dos dois pareceu sentir dor. O impacto foi tão forte que causou ondas de choque.

— Heracross, Horn Attack!
— Pinsir, Harden!

Pinsir criou uma camada invisível ao redor do seu corpo, endurecendo-o. Heracross se aproximava feroz, atingindo o estômago do oponente, que pareceu nada sentir.

Vice Grip! — Ordenou Lyra.

Pinsir pegou o corpo de Heracross e o prendeu no meio de seus chifres, apertando-o e fazendo o Pokémon de Forrest soltar um grito de dor.

— Heracross! — Exclamou o moreno.
— Desista, Forrest! Eu já levei essa batalha! — Zombou Lyra.

Forrest não deu ouvidos à provocação.

— Heracross, Aerial Ace!

Heracross abriu suas poderosas asas e, no susto, Pinsir o soltou. O Pokémon de Forrest voou para o céu e retornou à terra em alta velocidade, atingindo Pinsir em cheio, fazendo-o cambalear e cair para trás.
— É isso aí, Heracross! — Exclamou Forrest ao Pokémon.
— Não acabou ainda... Pinsir, levante-se! — Exclamou Lyra.
— Finalize com Aerial Ace de novo!

Heracross partiu veloz e atingiu Pinsir no gramado, levando-o a nocaute.

— Nããããããão!!!! — Berrou Lyra, começando a chorar.
— Bom trabalho, Heracross. Descanse. — Forrest retornou seu Pokémon e se dirigiu a Lyra para consolá-la.

A garota retornou o Pinsir e deu as costas para o moreno.

— A derrota é a chave para a vitória, Lyra. — Disse o rapaz de forma amigável.
— Por quê? — Perguntou Lyra, ríspida.
— Nunca poderemos vencer se não pudermos superar nossas fraquezas. — Concluiu o rapaz.

Lyra parou por um instante e olhou para Forrest. Com um suspiro, retirou-se do campo de batalha.

— Você é uma ótima pessoa. Já vi que não é só bonitinho.

Forrest corou.

***

Ethan suava.  Scyther continuava agindo por conta própria e Amy não perdoava.

Art by: Carlos Vicente


— Venonat, Confusion!

O Pokémon de Amy atirou ondas invisíveis no oponente, que se contorcia.

— Scyther! — Exclamava Ethan.

Amy olhava com pena para o amigo.

— Eu preciso terminar isso, Ethan. É pro seu bem...

Ethan ajoelhou-se no chão.

— Pokémon! Eu não gosto de você. Você não gosta de mim. Eu só peço que você me ouça só por hoje. Eu sei que você tem seu ego, eu tenho o meu e não vai ser legal pra nenhum dos dois perder desse jeito. Você tem todo o direito de não gostar de mim, mas... Se não quiser sair daqui humilhado, me dê uma chance. É só o que eu te peço. — Disse Ethan cansado para Scyther.

O Pokémon do garoto levantou-se e se dirigiu a ele. Em pé, defronte a Ethan, cruzou os braços. O garoto olhou para ele e entendeu o recado.

— Obrigado por confiar em mim. — Disse Ethan secando as lágrimas. — Scyther, Pursuit!

Scyther desapareceu. Venonat o procurava e não o via em lugar nenhum. Foi quando Amy gritou.

— Venonat, atrás de você!!!

Mas já era tarde.

As lâminas de Scyther atingiram em cheio as costas do pequeno Pokémon que foi derrubado no chão.

— Quick Attack! — Exclamou Ethan.

Scyther tomou a frente e jogou Venonat para o alto.

Suas asas tomaram forma e ele decolou em direção ao oponente.

— Ele tá atacando sem eu mandar de novo...! Seu maldito! Eu não mandei voar! — Berrou Ethan nervoso.
— Ele aprendeu um novo ataque?! — Exclamou Amy.

Scyther dominou os céus e mirou o Wing Attack exatamente no estômago de Venonat. O pequeno Pokémon não pode fazer nada, a não ser receber o ataque e cair nocauteado no chão.

Amy soltou uma exclamação alta e Ethan fez uma cara chocada. Scyther pousou majestosamente no chão e olhou para o garoto como se dissesse “eu nunca precisei de você”.

— A gente... Ganhou? — Perguntou Ethan, ainda de boca aberta.

Amy recolheu seu Pokémon.

— Foi uma grande reviravolta, Ethan. Eu fiquei impressionada. Parabéns, você me venceu honestamente. — Sorriu a garota.

Ethan começou a dar pulos de alegria. Correu e abraçou seu Scyther, que derrubou o treinador no chão, cruzou os braços e retornou sozinho para a Bola Sport.

Ethan pegou a cápsula e a encarou. Deu um sorriso.

— Obrigado, Scyther. De verdade.

Os treinadores restantes pouco a pouco terminavam suas batalhas. Haviam restado oito treinadores. Encontraram com Joey no centro do Parque Nacional, onde Bugsy anunciava os resultados conforme eles iam chegando. Joey se gabava em alto e bom som como havia tido uma vitória fácil e que seu Parasect era imbatível.

— Chegou a hora de anunciar os competidores das semifinais do Torneio Pokémon de Caça aos Insetos da Cidade de Goldenrod! São eles...

No telão, oito fotos apareceram e embaralharam-se. Quatro batalhas aconteceriam agora. Forrest iria duelar contra um garoto de óculos tortos enquanto Ethan e Joey se confrontariam.

Os rivais sorriram um para o outro.

— Não podia ser diferente. — Disse Joey.
— Vamos terminar aquela batalha que tivemos dias atrás. — Sorriu Ethan.
— Mas dessa vez, eu não vou pegar leve. Eu vou ganhar esse concurso.
— Não se eu puxar seu tapete primeiro.

Amy e Lyra foram derrotadas na fase de batalhas do Torneio Pokémon de Goldenrod enquanto Forrest, Ethan e Joey rumam para as semifinais. A chama que queima dentro de cada um deles arde cada vez mais forte e agora, cada técnica usada em batalha será essencial para aqueles que buscam a vitória. É cada um por si agora. E o torneio Pokémon continua!



TO BE CONTINUED... 






{ 10 comentários... read them below or Comment }

  1. Yo, Dento-sama!
    Mais um capítulo incrível, não é, cara?
    Você tem a habilidade de sempre deixar os leitores querendo mais e mais episódios, é um sufoco esperar uma semana pra ler um capítulo novo de AEJ.
    Pelo menos, a espera vale muito a pena.
    Eu adorei a batalha de Amy e Ethan, e a reviravolta do garoto foi incrível, mas o Scyther não parece confiar muito nele, ainda. Não acho que o Ethan vença esse torneio.
    Eu acho que tá pintando um romance entre a Lyra e o Forrest, e eu fico irritado quando a Lyra chora quando perde, é muito infantil pra idade dela.
    Quem será que vai vencer o grande embate entre Joey e Ethan? Eu aposto muito no Ethan, e quero ver ele esmagando aquele idiota do Joey. Odeio ele desde que começou a gostar da Amy. Amei muito o design do Ethan na arte do Carlos Vicente.
    See ya, man!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, Victor!

      Obrigado pelos elogios! Que bom que eu consigo fazer vocês quererem acompanhar a história semanalmente.

      Sim! Ao menos Scyther ouviu Ethan e o garoto pode controlar seu Pokémon no meio da batalha... Resta saber se essa sorte vai continuar com ele...

      Lyra e Forrest? Será? Hmmm...

      E sim, ela às vezes é bastante infantil... Até mais que o Ethan.

      Você não gosta do Joey por causa disso? kkkk Será que a Amy dará uma chance pra ele no futuro? Será? Será?

      Espero que você continue acompanhando! =]

      See ya!

      Delete
  2. Yo!

    Belo capítulo, eu estava à espera que a Amy vencesse o Ethan por causa da desobediência de Scyther, mas veja só... o Dento surpreendeu-me mais uma vez!

    Espero que o Ethan vença ao Joey e aposto Forrest como vencedor do torneio! Será?

    Uma grande e enormissima salva de palmas para o desenho do Carlos Vicente! Ele tem muito jeito e deveria ilustrar o resto da história!!!!!! Wow!

    Bye!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, Dark!

      Acho que você é o primeiro que torce contra o Ethan (pelo menos de todos que já comentaram aqui). Fico feliz em ter feito uma batalha convincente. =]

      Agora é a vez de Ethan VS. Joey... As apostas estão se formando! Será que o Ethan conseguirá vencer o rival? O jeito é esperar pra ver!

      Eu também fiquei alucinado pelos desenhos do Carlos. Sensacional, né? Também estou esperando que ele tope ilustrar a fic. kkk


      See ya!

      Delete
  3. Hey,you listen!Aqui,eu só queria dizer que passarei a acompanhar a história que quase me infectou,como se fosse um AeJ Aegypth (Tendeu a piada?).Pois bem,também passei pra dizer que gostei do capítulo,embora estou com raiva do Scyther pois não gosto de Scythers (Tenta ir com um Zubat mal treinado no GIN do Bugsy e veja o que acontece,cara,na época passei mais dificuldade com ele do que com a Whitney!),mas no entanto o Parasect do Joey está representando bem os Parasects até agora,então espero que continue assim.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá, Sir! Bom vê-lo por aqui. Seja bem vindo à esse continente! =]

      Que bom que você está acompanhando a história! Espero que eu consiga fazer um bom trabalho e que te agrade. Me esforço ao máximo pra isso todas as semanas.

      Sim, eu concordo contigo! Acho que o que faz um Líder de Ginásio difícil é a distribuição de Pokémon que você tem na equipe...

      Espero que o Scyther dê menos trabalho pro Ethan. AEHUEAHUEAHA XD

      Parasect é um dos meus Pokémon favoritos. Eu tinha que colocá-lo na história, e então Joey o capturou. Espero que ele seja bem representado.

      E também espero que continue acompanhando o AeJ. A história ainda pretende gerar bastante treta, então espero que esteja pronto!

      See ya!

      Delete
  4. Isso!!! Finalmente cheguei as capítulos semanais! O problema agora vai ser esperar um semana para ler os novos capítulos.
    Sou o Dark Zoroark, acompanho Kalos quase desde que estreou e agora estarei acompanhando Johto e Hoenn. Demorei um pouco para alcançar os capítulos, pois quando me dei conta que Johto já tinha lançado, já estava em um capítulo bem avançado, fiz uma maratona e aqui estou eu, lendo o último capítulo postado.
    Sobre a fanfic, até o momento ela está ótima, com batalhas bem legais e personagens carismáticos. Além disso a fanfic possui momentos bem engraçados e algumas reviravoltas. Estou gostando muito de acompanhar!
    Sobre o capítulo 18, ficou muito bom, a batalha de Ethan e Amy foi bem engraçada, principalmente por causa do Scyther, que prevejo se tornando um dos Pokémon mais fortes de Ethan. E a batalha de Forrest e Lyra foi legal, no final esse possível shipp entre os dois, será que vai dar certo? Acho difícil, mas quem sabe?
    Sobre as próximas batalhas, Ethan versus Joey, tomara que o Ethan dê uma surra nesse menino chato! Ta merecendo faz tempo. Acredito que Ethan deve ganhar a batalha e enfrentar Forrest, mas acabar perdendo para ele, apenas palpites.
    A fanfic é incrível e esse capítulo também, continue assim! Até mais!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, Zoroark!

      Que bom que finalmente você está a par de todos os acontecimentos da história! O lado ruim da história ser semanal é que às vezes pode desmotivar leitores novos, mas fico feliz que você tenha chegado até aqui. =]

      Agradeço os elogios. Espero continuar melhorando e surpreendendo.

      Acho que essa batalha de Ethan VS. Amy foi a batalha que eu mais gostei de fazer. Afinal, eles estão juntos desde o começo e nunca tiveram a oportunidade de batalhar... E eu não podia fazer qualquer tipo de batalha, tinha que somar experiências para os dois. Essa batalha acabou por se transcrever sozinha, tipo, saiu de uma vez, de forma automática. É incrível quando isso acontece. Que bom que você gostou. =D

      Forrest X Lyra... Será que dá certo mesmo? Hmmm...

      Você também odeia o Joey? Tá difícil achar alguém que vá com a cara do rapaz. HUEAHEAUHEAUEAHEU. Mas, querendo ou não, ele é um treinador bem forte. Será que o Ethan dá conta?

      Esses palpites... Será que você está certo? Bem, acho que você vai ter que esperar até quinta-feira pra descobrir. kkkk

      Vou continuar melhorando. Espero que continue acompanhando! =D

      See ya!

      Delete
  5. Tivemos aqui um capítulo totalmente focado em batalhas, mas mesmo assim foi interessante acompanhar esse cruzamento de confrontos entre os personagens da história. Já imaginei que o Joey não teria dificuldades em vencer um adversário random, mas agora ele terá que provar que é superior, pois vai encarar o Ethan motivado pela vitória que teve sobre a Amy. O grande problema do Ethan vai ser tomar o controle desse Scyther impulsivo, mas não acredito que isso vá acontecer tão cedo...

    O Forrest eu já imaginava que venceria a Lyra, mais pela experiência e conhecimento que possui. Mesmo assim ela foi uma adversária difícil pra ele, o que mostra também uma boa evolução da personagem. Pelo visto o fato dela ter vencido a Whitney não foi à toa mesmo.

    Eu já garanto o Forrest na final. Acredito que será como na situação do Joey. Enfrentar um adversário random é grande chance de sucesso, a não ser que você esteja preparando uma grande surpresa, mas não creio que você utilizará essa carta dessa vez.

    Já na expectativa dessas semifinais, até lá! õ7

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yo, Sigert!

      Mais uma vez, os personagens se enfrentam! Nessa segunda fase, o jeito é torcer pelo seu favorito e acompanhar as batalhas. Pra quem você está torcendo?

      Espero que você continue curtindo!

      See ya!

      Delete

- Copyright © 2015 - 2018 Aventuras em Johto - Dento (Willian Teodoro) - Powered by Blogger - Designed by CanasOminous -